Abertas inscrições para prêmio ABII 2021

Arte: Agência Brasil

Por: Pedro Leal

24/06/2021 - 09:06 - Atualizada em: 24/06/2021 - 11:10

A Associação Brasileira de Internet Industrial (ABII) lançou nesta semana o Prêmio ABII 2021, destacando projetos que desenvolvem ou utilizam as tecnologias habilitadoras da indústria 4.0. O prêmio está alinhado a missão da associação, que é de acelerar a indústria 4.0 e a internet industrial das coisas no Brasil, por isso é um momento tão importante para a entidade.

Neste ano, o prêmio é aberto para qualquer empresa que fornece soluções ou está sendo transformada pela indústria 4.0 e não apenas para empresas associadas. “A ABII oferece um palco para as empresas mostrarem seus projetos e servirem de referência para o mercado. É uma grande oportunidade, por isso reforçamos o convite para todas as empresas participarem”, destaca o diretor da entidade, Marcelo Gramigna.

As inscrições para a primeira rodada do Prêmio ABII 2021 estão abertas até o dia 9 de julho, às 17 horas. Ao final da primeira rodada serão selecionados 3 projetos finalistas. Haverá também uma segunda rodada de inscrições entre 4 de agosto e 3 de setembro e também serão selecionados 3 projetos finalistas. A grande final, com apresentação de seis cases finalistas, ocorre no dia 27 de outubro. Todas as etapas do prêmio serão feitas de forma online.

Nas duas primeiras rodadas haverá uma curadoria e um time de jurados composto por diretores da ABII, líderes dos GTs de Negócios, de Tecnologia e de Pessoas da ABII, além de convidados externos, sempre que necessário. Na etapa final, em outubro, o time de jurados convidados será externo e sem relação com a ABII. Durante as etapas, os nomes e qualificações dos jurados serão amplamente divulgados.

Cada case inscrito será avaliado com base em dez critérios: facilidade de aplicabilidade no mercado; se gerou novo negócio para empresa ou mercado; quantidade tecnologias impulsionadoras para a indústria 4.0 utilizadas; pilares da IIoT ou indústria 4.0 atendidos; amplitude de atendimento para empresa ou sociedade; escalabilidade; clara definição do problema vigente que precisa ser ou foi resolvido; indicadores de resultado, como foi validada a solução, quais os resultados mensurados e ganhos competitivos; case aplicado no Brasil ou desenvolvido por unidade do Brasil; e grau de inovação