Projeto cultural vai mapear cadeia produtiva de pratos germânicos em SC

Divulgação/Agência Cultural Aquele Trio

Por: Pedro Leal

16/01/2024 - 08:01 - Atualizada em: 16/01/2024 - 11:58

No ano em que se comemora o bicentenário da imigração alemã no Brasil, um projeto cultural nascido em Joinville vai mapear, passo a passo, o ciclo de preparação de pratos típicos da gastronomia de raízes germânicas em Santa Catarina.

Dez cidades com reconhecido processo de colonização alemã vão compor o projeto, que terá sua primeira escala em Joinville, já no final de janeiro. Em cada município, dois pratos de diferentes estabelecimentos serão objeto do trabalho.

Toda a pesquisa será divulgada em um site próprio, além do lançamento de um livro (impresso e digital) contemplando histórias e curiosidades recolhidas entre os produtores.

À frente do projeto, intitulado “Gastronomia Identitária”, a Agência Cultural AqueleTrio, da produtora e musicista Marisa Toledo. É a estreia da agência no campo da gastronomia – boa parte de sua experiência é voltada à área da música. D

e acordo com a produtora, a receptividade dos empresários e profissionais do setor contatados até aqui foi excelente: “Para nós, isso só constata o quanto a gastronomia é identitária, trazendo consigo o senso de pertencimento de um lugar”.

Ao final, para Marisa, a expectativa é levar ao mercado e ao poder público um material que ajude a dimensionar o alcance cultural, econômico e turístico dos pratos com origem germânica. “Essa é a maior relevância do projeto: a entrega gratuita à sociedade deste conteúdo integral”.