Vereadores de Jaraguá do Sul aprovam moção de repúdio à visita de Maduro ao Brasil

Foto: Ricardo Stuckert/PR/Divulgação

Por: Isabelle Stringari Ribeiro

02/06/2023 - 09:06 - Atualizada em: 02/06/2023 - 10:26

A Câmara Municipal de Jaraguá do Sul aprovou uma moção de autoria do vereador Rodrigo Livramento (Novo), manifestando repúdio à visita de Nicolás Maduro, ditador da Venezuela, ao país no último dia 29 de maio. A moção argumenta que Maduro tem demonstrado uma clara violação aos direitos humanos e um desrespeito à democracia em seu país.

O vereador fundamenta seu repúdio destacando a grave crise política, econômica e social enfrentada pela Venezuela sob o governo de Maduro. Ele ressalta o alarmante aumento da pobreza, da fome e da repressão sofrida pela população venezuelana. Segundo dados apresentados na moção, aproximadamente 3/4 da população do país vive em situação de extrema pobreza e 1/3 enfrenta a fome.

Desde 2014, cerca de 5,9 milhões de venezuelanos deixaram o país em busca de melhores condições de vida. Além disso, mais de 15 mil pessoas foram presas arbitrariamente pelo regime de Maduro desde então, e mais de 19 mil indivíduos foram assassinados entre 2016 e 2019 sob o pretexto de resistência à autoridade.

Livramento ainda enfatiza que receber Nicolás Maduro em solo brasileiro contribui para a legitimação de um regime autoritário, indo contra os esforços internacionais em defesa dos direitos humanos e da democracia. Além disso, ele ressalta que posicionar-se a favor de um ditador contrário às estruturas democráticas, isolado internacionalmente e em desacordo com o Pacto de San José da Costa Rica, pode acarretar consequências políticas e econômicas negativas para o Brasil.

A moção foi aprovada por unanimidade na terça-feira (30) e será encaminhada ao Ministério das Relações Exteriores, órgão vinculado ao Poder Executivo Federal, e ao Congresso Nacional para conhecimento do repúdio expresso pela Câmara Municipal.