Setor Carbonífero leva auxílio a 12 entidades filantrópicas do Sul catarinense

Foto: Divulgação/Casa Guido

Por: OCP News Criciúma

10/01/2024 - 15:01 - Atualizada em: 10/01/2024 - 15:06

Muito mais do que nas minas, em produtos e na produção de energia, o carvão mineral é parte da sociedade Sul catarinense. Além da geração de emprego e renda, o Setor Carbonífero auxilia 12 entidades filantrópicas. O projeto “Carvão Amigo”, chegou ao sétimo ano levando esperança e solidariedade para instituições de diversas áreas.

O Setor Carbonífero é muito mais do que geração de energia e de renda com 20 mil empregos diretos e indiretos. Estamos integrados a nossa região levando auxílio a entidades de diversas áreas, pensando no melhor para as pessoas que aqui vivem. O Carvão Mineral como combustível para a solidariedade“, comenta diretor-executivo do Sindicato da Indústria de Extração de Carvão do Estado de Santa Catarina (Siecesc), Cel. Márcio José Cabral.

Entre as instituições auxiliadas, está a Casa Guido, de Criciúma, que desenvolve um trabalho voltado ao acolhimento de crianças e adolescentes com câncer. Através do apoio do Setor Carbonífero, a entidade pôde desenvolver o projeto Ressignificar.



“Muitos pacientes vão a óbito. Porém, essas famílias não podem ficar esquecidas. E esse sempre foi o sonho de um projeto como o Ressignificar, ampliar esse olhar e acolher esses pais que perderam os seus filhos, mostrar para eles que é preciso valorizar a vida, é preciso aprender a ressignificar os momentos, ressignificar a existência”, destaca a coordenadora de projetos sociais da Casa Guido, Viviane Hofman Garcia.



Ao longo do ano foram realizados encontros com pedagogas, psicólogas especializadas em luto, entre outros. Os encontros ocorreram em lugares diferentes, fora da Casa Guido, para que os familiares pudessem ter momentos com temáticas diferentes e convivendo com outros pais que tiveram a mesma dor.

Isso foi um sonho que a gente só conseguiu realizar por meio dessa parceria e com certeza foi um projeto que fez toda a diferença na vida dessas famílias e também de todos os profissionais da Casa Guido que atuaram junto”, ressalta Viviane.



Para a presidente do Siecesc, Astrid Barato, é muito importante para o Setor Carbonífero levar apoio às entidades filantrópicas, como a Casa Guido, que realizam um grande trabalho no Sul catarinense.



“Auxiliamos entidades que promovem os mais diversos tipos de atendimentos. Da educação ao acolhimento e isso é uma missão do nosso setor. Muito mais que promover o desenvolvimento econômico, estamos integrados com a sociedade, investindo nas pessoas e seguiremos com essas parcerias neste ano”, finaliza a presidente do Siecesc.



Além do “Carvão Amigo”, o Setor Carbonífero apoia iniciativas no esporte como o Regional da Liga Atlética da Região Mineira – LARM – Taça Carvão Mineral e projetos na educação como o Pelotão Esperança do 28ºGAC de Criciúma, o Proerd da Polícia Militar e Protetores Ambientais desenvolvido pelo 2º Pelotão de Polícia Militar Ambiental- Maracajá.

Confira a lista de entidades beneficiadas:

1- Asilo São Vicente

2- Casa Guido

3- Bairro da Juventude

4 – Abadeus

5- Orfanato Nossa casa

6 – Cruz Vermelha

7 – Projeto Anjos Mineiros

8APAE Criciúma

9 – Banda Cruzeiro do Sul

10 – AMA-Rec

11 – Rede Feminina de Combate ao Câncer

12 – Casa do Egresso