Ser ou ter? – Luiz Carlos Prates

Por: Luiz Carlos Prates

16/10/2023 - 06:10

Pergunta mais antiga que o sol, o que é mais importante: ser ou ter? Claro que a maior parte das respostas vai ser mentirosa, as pessoas mentem muito, bah, sem exceção. E as piores mentiras são as quem contamos a nós mesmos, pô, não me aguento de tanto que minto para mim… Não estou de graça nesse assunto. Essa pergunta sobre o ser ou o ter pode ser feita de outros modos. Um deles, por exemplo, acabei de ouvir de um palestrante americano. A pesquisa foi feita sem que os pesquisados soubessem que estavam sendo pesquisados, e muito menos sobre o quê… No meio de conversas, aparentemente sem motivos, a pergunta surgia como acidental, – Ah, o que é sucesso para você? A pergunta era feita sem que ninguém imaginasse que estava sendo pesquisado. O que é sucesso para você? Um bilionário americano, diante dessa pergunta, respondeu naturalmente: – “Sucesso para mim é ter um pouco mais do que eu tenho”! Bilionário em dólares e queria mais… A pesquisa seguiu, e os pesquisadores foram a presídios onde estavam os presos da pesada, aqueles que pintaram de “vermelho” o chão de muitas pessoas. A um desses presos, cara condenado à perpétua, foi feita a pergunta, meio ao “acaso”: – Fulano, o que é sucesso para você? O que seria sucesso para um condenado à perpétua? E o condenado respondeu, sem pensar muito: – “Olha, para mim, sucesso seria poder morrer em casa”! A leitora ouviu bem, sucesso para o condenado à prisão perpétua era poder morrer em casa. E é assim a vida, o que é para uns não o é para outros, não há uma linha reta tanto para o sucesso quanto para a felicidade. Tudo depende das pessoas e de suas circunstâncias. Para os sensíveis, para os de cabeça arejada, ter o suficiente, o mínimo de que todos precisamos, pronto, aí já está a felicidade, mãe do sucesso. Sim, porque o verdadeiro sucesso é ter paz, afetos por perto e aquele mínimo de que precisamos, os muito ricos e falsamente famosos que o digam. Eles têm tudo o que para os pobres de cabeça significa sucesso, mas… Deitam e não dormem. Onde lhes foi parar o sucesso?

FALA

Dia destes, uma ex-participante do programa A Fazenda, da Record, não tendo o que criticar numa concorrente no programa, disse que ela fala e as pessoas não entendem, que ela fala difícil… Crítica que os “sem-leitura” fazem às pessoas que usam de bom vocabulário, das corretas construções de frases, dos conteúdos, enfim. Curioso, o que devia ser admiração e dever de todos passam a ser uma virtude criticada. No mundo dos “analfas” virtudes são pecados capitais. Vão ler…

HORA

Todos querem ser alguma coisa na vida, certo? É fácil. Uma hora por dia, todos os dias, sem dias pulados, de estudo sobre alguma coisa e por seis anos vai transformar a pessoa em especialista mundial sobre o assunto estudado. Uma horinha por dia. Fácil? Depende. É preciso vontade e disciplina. E quem não pode? Todos podemos. Ah, esqueci, os “ocupados” dizem que não, inventam desculpas e ficam no atoleiro.

FALTA DIZER

O cara andava por um shopping de Florianópolis, fortão, bota fortão nisso. Um fortão artificial, horas e horas de levantamento de pesos e bobagens desse tipo. O cara chamava atenção, uma figura de “cinema”, mas… Ignorante. Exercícios do tipo que ele faz liquidam a saúde, doenças e mortes mais cedo. É ciência. E ninguém lhe diz isso? Deve viver cercado de ignorantes por igual.