Saúde intensifica fiscalizações no combate à dengue em Jaraguá do Sul

Foto: Divulgação PMJS

Por: Isabelle Stringari Ribeiro

21/02/2024 - 09:02 - Atualizada em: 21/02/2024 - 11:01

A Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, segue em alerta quanto ao aumento no número de casos de dengue no Município. Além de reforçar a importância das ações preventivas e cuidados individuais para combater o avanço do Aedes aegypti, as fiscalizações também foram intensificadas.

Atualmente o Programa de Controle de Zoonoses conta com 30 agentes de endemias em campo. Cada um, faz em torno de 30 visitas diárias em residências. Além deles, 89 agentes de saúde também estão engajados no trabalho de orientação à comunidade. Durante as visitas de rotina às casas, os profissionais aproveitam para repassar informações importantes sobre prevenção aos moradores.

Programa de Controle de Zoonoses

Os agentes de endemias efetuam vistorias semanais nas 318 armadilhas para detectar focos do mosquito da dengue. Em torno de 179 pontos estratégicos recebem vistoria a cada 15 dias. Importante receber bem os agentes de endemias . A partir da identificação dos focos e das notificações de casos prováveis de dengue, são os agentes que fazem o tratamento nas áreas infestadas e visitas nas residências, comércios e indústrias, para eliminação de possíveis focos e aplicação do larvicida. Uma Pesquisa Vetorial Especial é realizada num raio de 50 metros em residências e/ou locais de trabalho dos casos confirmados de dengue.

O programa atende as denúncias provenientes da Ouvidoria SUS, Ouvidoria Geral e aplicativo Jaraguá na Mão. Outros agravos em saúde, como a raiva, leptospirose, esporotricose entre outros também são atendidos pelos mesmos agentes. Além dessas atividades, os profissionais realizam orientações e esclarecimentos aos munícipes que fazem contato com o Programa de Zoonoses e eventualmente realizam palestras em escolas e empresas.

Ações efetuadas em janeiro de 2024

  • Inspeção de Pontos Estratégicos (PE) – 290
  • Inspeção de armadilhas – 871
  • Tratamento em áreas com detecção de focos – 11.251
  • Análise entomológica de larvas (espécies) – 6.164
  • Visitas/imóveis de casos suspeitos ou confirmados – 630
  • Investigações de pacientes – 149
  • Atendimento de reclamações (Ouvidorias) – 49
  • Investigação de denúncia e inspeção de imóveis – 48
  • Levantamento do Índice Rápido do Aedes Aegypti – 3251


Denuncie possíveis focos do mosquito Aedes aegypti

  • Entre em contato com a Secretaria de Saúde por meio da Ouvidoria pelos canais:
  • Telefone: 08006420136
  • Whatsapp: (47) 2106-8450
  • E-mail: saude.ouvidoria@jaraguadosul.sc.gov.br
  • Ouvidoria do SUS: Clique Aqui

Outras ações em andamento

Grupo de trabalho regional

Dentre as ações de enfrentamento à dengue, também foi criado um grupo de trabalho regional para definir as estratégias que serão adotadas a fim de frear o avanço do Aedes aegypti. O grupo conta com representantes da Defesa Civil Regional, da Gerência regional de Saúde e dos setores de saúde e Vigilância Epidemiológica dos sete municípios da Amvali. Deste encontro, foi divulgado um Plano de Ação que compreende:

– Divulgação de boletim de casos e focos;
– Pontuação de casos no mapa;
– Implantação/Ativação do COE (Centro de Operação de Emergência) – municípios infestados;
– Confecção/Aplicação do Plano de Contingência Municipal nos municípios infestados;
– Avaliar a necessidade de contratação de recursos humanos (controle vetorial, vigilância epidemiológica e assistência);
– Acompanhar, monitorar e atualizar a ocorrência de casos no SINAN On-line e GAL diariamente;
– Uso do fluxograma de classificação de risco e manejo do paciente com dengue nos hospitais e unidades de saúde;
– Mutirões de limpeza;
– Utilização de drone para verificação dos depósitos de difícil acesso;
– Trabalho em conjunto com a VISA (imóveis irregulares) e ACS (orientação à população e eliminação de depósitos);

Dia “D” contra a dengue

O Município também está organizando uma ação ampla com o engajamento de várias entidades e população em geral. O “Dia D” de combate à dengue terá os detalhes e data definidos nos próximos dias.

Boletim da Dengue

A fim de informar a população sobre o avanço dos casos de dengue, a Secretaria Municipal de Saúde divulga, ainda, um boletim semanal com a atualização do número de focos, casos prováveis confirmados, descartados e bairros com maior incidência de focos.