Saúde de Jaraguá do Sul sugere checklist semanal como ação preventiva contra a dengue

Foto: Divulgação PMJS

Por: OCP News Jaraguá do Sul

16/02/2024 - 15:02 - Atualizada em: 16/02/2024 - 20:56

Em meio aos esforços contínuos para combater a proliferação do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zika vírus, chikungunya e febre amarela urbana, a Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, reforça a importância da participação ativa da comunidade no enfrentamento a esta ameaça à saúde pública.

A fim de reforçar as orientações sobre medidas preventivas que podem ser adotadas como rotina, a Vigilância Epidemiológica sugere que a população faça um checklist (uma lista de controle) semanal para verificar situações como água parada em recipientes, se as caixas d’água e cisternas estão bem vedadas e os potes de água dos animais estão limpos, entre outros pontos que podem fazer a diferença na luta contra o mosquito da dengue.

Checklist Semanal: Proteja sua família, elimine o Aedes aegypti

Dedique 10 minutos semanais para garantir que sua residência esteja livre de possíveis criadouros de mosquitos, e incentive seus vizinhos e familiares a adotarem práticas semelhantes.

1. Verificação de recipientes: inspecione sua residência em busca de recipientes que possam acumular água, tais como vasos de plantas, garrafas vazias, pneus velhos e outros objetos. Certifique-se de eliminá-los ou mantê-los devidamente vedados.
2. Caixas d’água e cisternas: garanta que estejam totalmente vedadas, sem frestas ou aberturas que possam permitir a entrada do mosquito.
3. Limpeza de calhas e canaletas: remova folhas e detritos, evitando o acúmulo de água parada.
4. Bebedouros de animais: caso tenha animais de estimação, certifique-se de que os bebedouros deles estejam sempre limpos, trocando a água regularmente.
5. Piscinas e reservatórios: mantenha tratados com cloro e outros produtos adequados. A piscina deve ser coberta quando não estiver em uso.
6. Plantas aquáticas: evite o acúmulo de água em plantas aquáticas, como bromélias. Realize a limpeza regularmente ou, no mínimo, uma vez por semana com o jato d`água direcionado no centro da planta.
7. Atenção a áreas abandonadas: colabore com a vigilância de áreas abandonadas próximas a sua residência, reportando possíveis focos do mosquito às autoridades competentes.
8. Uso de repelentes e telas de proteção: utilize repelentes diariamente e instale telas de proteção em janelas e portas para evitar a entrada do mosquito.