Programa “Saco Verde” de Jaraguá do Sul é apresentado em Congresso Internacional

Foto: Divulgação/Samae

Por: Elissandro Sutil

23/06/2021 - 17:06 - Atualizada em: 23/06/2021 - 18:42

O programa “Saco Verde” de Jaraguá do Sul foi destaque no Congresso Internacional Cidades Lixo Zero (Zero Waste Cities), nesta terça-feira (22), em Brasília.

Por medida de segurança sanitária, a direção do Samae (Serviço Autônomo Municipal de Água e Esgoto) optou por apresentar o programa através de uma sala virtual, feita pela gerente de resíduos sólidos, Morgana Decker.

Gerente de resíduos sólidos do Samae, Morgana Decker | Foto: Divulgação/Samae

Ela mostrou aos participantes do congresso que através da distribuição de 200 mil sacos a cada cinco semanas, aliado a adesão dos moradores ao programa (92% dos munícipes dizem separar o lixo reciclável em suas residências, segundo pesquisa), Jaraguá do Sul recicla de 26% a 30% dos resíduos sólidos recolhidos no município. “Um dos mais altos índices do Brasil”, acrescentou.

O programa recolhe 636 toneladas de resíduos sólidos por mês na cidade, 24 toneladas diárias. Todo esse volume de material é coletado e separado por 11 cooperativas credenciadas, onde trabalham 120 pessoas.

Para que a cooperativa esteja apta a se credenciar, precisa comprovar sua regularidade fiscal, administrativa, ambiental e operacional. Morgana considerou a conferência uma ótima oportunidade para a troca de experiências.

“E pudemos mostrar ao mundo o que estamos fazendo nessa área”, disse.

O congresso discutiu temas como tendências e inovação, conscientização e educação, redução e reuso, reciclagem e compostagem.