Prefeitura de Guaramirim prepara mutirões contra a dengue na cidade

Foto: Divulgação/Dive

Por: OCP News Jaraguá do Sul

05/03/2024 - 11:03 - Atualizada em: 05/03/2024 - 11:07

A Prefeitura de Guaramirim, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, programa mutirões para ampliar as ações de combate à dengue no município. Além da distribuição de folders e da orientação à população, durante os mutirões também serão recolhidos materiais que possam acumular água, como pneus e vasos sanitários sem uso, que estão expostos ao tempo e se tornam ambientes ideais para a procriação do mosquito Aedes Aegypti. Os mutirões serão realizados em parceria com a Secretaria de Infraestrutura.

O primeiro mutirão vai acontecer já neste sábado (09), no bairro Caixa d’Água. Nos próximos dois finais de semana, os bairros Guamiranga e Corticeira também receberão os agentes de endemias e terão caminhões pelas ruas recolhendo os materiais. Nestes bairros, a programação é para o dia 16, na Corticeira, e dia 23 deste mês, no Guamiranga. Os mutirões acontecem sempre aos sábados.

Essa é mais uma das medidas que a Prefeitura está tomando buscando a eliminação dos criadouros do mosquito e a redução no número de casos e de transmissão local do vírus que causa a doença. Na sexta-feira (01) iniciaram as pulverizações de inseticida nas residências, também conhecidas como fumacê. Além disso, o município também já está vacinando pré-adolescentes de 10 e 11 anos, realizando contínuas vistorias com os agentes de endemias e fazendo campanhas de conscientização em rádios, jornais e portais de notícia.

“Estamos fazendo o possível, empregando recursos e tomando todas as medidas que estão ao nosso alcance enquanto poder público, mas nenhuma ação vai ser eficaz se cada um não fizer a sua parte. Infelizmente, não há outra maneira de frear o contágio que não seja a eliminação dos criadouros, e estes criadouros estão aí nas casas. Uma tampinha de garrafa jogada na rua, ou no quintal de casa, já é suficiente para o mosquito. Precisamos da conscientização e da colaboração de todos”, afirmou o Secretário de Saúde Marcelo Deretti.

Como o Secretário destacou, as medidas de controle da proliferação são simples e individuais. Confira as orientações do Ministério da Saúde para eliminar os principais tipos de criadouro do mosquito:

  • Certificar que caixas d’água e outros reservatórios de água estejam devidamente tampados.
  • Retirar folhas ou outro tipo de sujeira que pode gerar acúmulo de água nas calhas.
  • Guardar pneus em locais cobertos.
  • Guardar garrafas com a boca virada para baixo.
  • Realizar limpeza periódica em ralos, canaletas e outros tipos de escoamentos de água.
  • Limpar e retirar acúmulo de água de bandejas de ar-condicionado e de geladeiras.
  • Lavar as bordas dos recipientes que acumulam água com sabão e escova/bucha.
  • Jogar as larvas na terra ou no chão seco.
  • Para grandes depósitos de água e outros reservatórios de água para consumo humano é necessária a presença de agente de saúde para aplicação do larvicida.
  • Utilizar areia nos pratos de vasos de plantas ou realizar limpeza semanal.
  • Retirar água e fazer limpeza periódica em plantas e árvores que podem acumular água, como bambu e bromélias.
  • Guardar baldes com a boca virada para baixo.
  • Esticar lonas usadas para cobrir objetos, como pneus e entulhos.
  • Manter limpas as piscinas.
  • Guardar ou jogar no lixo os objetos que pode acumular água: tampas de garrafa, folhas secas, brinquedos
  • Em recipientes com larvas onde não é possível eliminar ou dar a destinação adequada, colocar produtos de limpeza (sabão em pó, detergente, desinfetante e cloro de piscina) e inspecionar semanalmente o recipiente, desde que a água não seja destinada a consumo humano ou animal. Importante solicitar a presença de agente de saúde para realizar o tratamento com larvicida.