Prefeitura de Criciúma abre processo seletivo para contratação de Agentes de Combate às Endemias

Foto: Divulgação/PMC

Por: OCP News Criciúma

04/04/2024 - 09:04 - Atualizada em: 04/04/2024 - 09:58

A Prefeitura de Criciúma, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, abriu as inscrições para o processo seletivo que visa a contração de Agentes de Combate às Endemias (ACEs). Os interessados podem se inscrever até a próxima segunda-feira (8), conforme edital n° 003/2024, publicado no Diário Oficial Eletrônico (DOE) da Administração Municipal. As inscrições custam R$ 60 e podem ser feitas pela internet ou de forma presencial, das 8h às 17h, no Paço Municipal Marcos Rovaris.

As seis vagas de cargo de provimento efetivo, com carga horária semanal de 40 horas, são para agentes que atuarão no Programa de Combate à Dengue de Criciúma, vinculado ao Centro de Controle de Zoonoses (CCZ). “Estes novos profissionais reforçarão a equipe que faz o monitoramento das arboviroses no município. Desta forma, fortaleceremos ainda mais o Programa de Combate à Dengue da prefeitura”, destaca o gerente de Vigilância em Saúde de Criciúma, Samuel Bucco.

Para se inscrever, o candidato deve ter o Ensino Médio completo e possuir Carteira Nacional de Habilitação (CNH) – categoria A. A prova contará com questões de língua portuguesa, raciocínio lógico, informática e de conhecimentos específicos do cargo de ACEs. O salário é de R$ 2.640,00, acrescidos de 20% (R$ 528) a título de insalubridade, e R$ 65,26 de cupom de alimentação.

A Central de Atendimento para sanar dúvidas sobre o processo seletivo pode ser acessada pelo telefone (48) 4125-0010 e pelo WhatsApp (48) 99187-8897, em dias úteis, das 08h30 às 11h30 e das 13h30 às 17h30, ou pelo e-mail concursos@fucapsul.org.br. O edital está disponível neste link.

ACEs

O trabalho dos ACEs consiste em visitas às residências, terrenos baldios, empresas e estabelecimentos comerciais com o objetivo de encontrar focos do mosquito Aedes aegypti, transmissor da dengue, zica e febre chikungunya (como larvas e ovos), e repassar informações sobre prevenção e combate à proliferação do mosquito.