No aniversário de Joinville, governador libera R$ 5 milhões para a Escola do Teatro Bolshoi

Foto: Eduardo Valente/Secom

Por: Elisângela Pezzutti

09/03/2024 - 16:03 - Atualizada em: 09/03/2024 - 16:41

A Escola do Teatro Bolshoi no Brasil recebeu neste sábado (9), R$ 5 milhões para auxiliar no trabalho de excelência desenvolvido pela instituição em Joinville. O maior repasse da história da entidade foi feito pelo governador Jorginho Mello, acompanhado da vice governadora Marilisa Boehm e do prefeito da cidade, Adriano Silva. O dinheiro vai possibilitar a formação de cerca de 250 estudantes. O encontro faz parte de uma série de compromissos do governador no dia do aniversário de 173 anos da cidade.

“É um prazer estar aqui na nossa querida Joinville e poder cumprimentar e abraçar pelos 173 anos. Uma cidade que orgulha Santa Catarina e o Brasil pelo que representa para nós pela qualidade da sua gente. E vim aqui no balé Bolshoi que é um cartão de visita para Santa Catarina também. Pela visão do (ex-governador) Luiz Henrique da Silveira, que conseguiu com seu empenho e sua luta trazer a única escola Bolshoi fora da Rússia. E o recurso que nós trazemos vai ajudar no ensino desses jovens e crianças para eles depois colocar para o mundo o próprio ensinamento que eles tiveram aqui e tenho certeza que eles vão voar para o mundo”, disse o governador Jorginho Mello antes de visitar as instalações da escola e assistir a uma apresentação dos alunos.

Foto: Eduardo Valente/Secom

Instalada em Joinville em 15 de março de 2000, a Escola do Teatro Bolshoi no Brasil é a única extensão do Teatro Bolshoi no mundo. Todos os alunos do curso técnico da instituição têm 100% de bolsas de estudo. Além de ensino gratuito, os estudantes recebem benefícios como alimentação, transporte, uniformes, figurinos, assistência odontológica preventiva, atendimento de fisioterapeutas e nutricionistas e assistência médica de emergência. Ao final do período de estudos todos devem sair com a conclusão do Ensino Médio e com o curso profissionalizante em Dança.

O prefeito de Joinville agradeceu a presença do governador Jorginho Mello e relembrou a história do surgimento do município e a chegada do Balé Bolshoi a Santa Catarina. “A gente só pode agradecer a dedicação de cada um que faz dessa escola essa referência”, disse.

De acordo com o presidente da Escola do Teatro Bolshoi no Brasil, Valdir Steglich, os recursos recebidos vão ajudar na manutenção do complexo que possui salas para aulas de balé, estúdios de música, ateliê, núcleo de saúde, biblioteca, cantina, espaços culturais e dois laboratórios cênicos, em cerca de 6 mil metros.

“É o maior repasse da história graças a sensibilidade do secretário Cleverson (Siewert – da Fazenda) e do governador Jorginho. Então é muito importante para a manutenção, a parte alimentar, a parte educacional e a para a qualidade da execução do ensino desses alunos”, garantiu Steglich.

Também estiveram presentes os secretários de Estado da Segurança Pública, Sargento Lima, da Fazenda, Cleverson Siewert, a senadora Ivete da Silveira, os deputados estaduais Maurício Peixer, Matheus Cadorin, Fernando Krelling e o presidente do Detran-SC, Kennedy Nunes.

*Com informações da Agência Catarinense de Notícias