Mulher com câncer terminal se casa horas antes de morrer para filho não ficar órfão

Foto: Reprodução

Por: Elisângela Pezzutti

20/09/2023 - 16:09 - Atualizada em: 20/09/2023 - 16:20

O casal americano Amy Drouillard e Kyle Adcock adiantou a cerimônia de casamento por causa de Nolan, de 12 anos, filho da noiva.

Amy havia sido diagnosticada pela segunda vez com câncer de mama, mas desta vez em estágio 4 e sua maior preocupação era não deixar o filho sozinho ao partir.

“Ela tem um filho ótimo, foi difícil não me apaixonar pelos dois”, disse o noivo em uma entrevista ao canal Fox, referindo-se ao menino.

“Amy usou o vestido dela e ela estava linda e cheia de sorrisos. Foi um casamento lindo”, disse ainda.

Como a noiva estava bastante debilitada, ela recebeu o apoio da equipe médica para que a celebração pudesse acontecer.

“Dra. Crader [a médica] preparou uma linda noite para nós. Eles designaram as melhores seis enfermeiras para cuidar de Amy e trouxeram um monte de velas para o quarto”, lembrou Kyle. Mas, poucas horas depois, ela morreu.

O motivo da pressa em se casar

A angústia de Amy era porque Nolan já tinha perdido o pai quando era criança – e como o casal ainda não havia oficializado a união, o menino se tornaria órfão.

“Tivemos que nos casar para poder adotá-lo, e, felizmente, conseguimos fazer isso”, contou Kyle.

“Nesta família ninguém luta sozinho e isso é verdade, todos nós lutamos uns pelos outros”, completou.

Kyle contou que Nolan é tão cheio de vida quanto sua mãe.

“Agora sou tutor dele. Ainda estou avançando com o procedimento de adoção. E eu continuo dizendo a ele todos os dias: ‘Você sabe que fará grandes coisas’”.

“O que mais me fez seguir em frente foi ver o sorriso dela e a felicidade em seu rosto no pior último dia ou no pior melhor dia de nossa vida”, disse.

“Isso é o que me faz continuar – e também saber que tenho Nolan aqui para segurar – e ele tem a mim”.

*Com informações da CNN

 

 

*Com informações da CNN