Motorista que atropelou Kayky Brito conta que recusou R$ 500 mil em publicidade

Foto: Reprodução Instagram

Por: Elisângela Pezzutti

22/09/2023 - 15:09 - Atualizada em: 22/09/2023 - 15:13

O motorista de aplicativo, Dionez Costa, que atropelou Kayky Brito no começo do mês, disse aos seus seguidores no Instagram que está sendo procurado para fazer publicidade na rede social.

Dionez diz ainda que foi criticado depois de receber o selo de verificação da plataforma. De acordo com ele, há caso de pessoas criando contas falsas e pedindo dinheiro em seu lugar, por isso ele teria tomado essa atitude.

Segundo o motorista, seu propósito nunca foi o dinheiro. Ele também se defendeu dos seguidores que o acusam de estar atrás de fama.

“O meu propósito aqui não é pedir dinheiro ou pix, é falar do amor de Jesus e dar uma palavra a quem precisa. Meu coração não está em dinheiro, não é isso que me move, não é isso que vim buscar aqui. Eu já rejeitei mais de R$ 500 mil esses dias, de propostas de colocar link nos stories, de publicação de jogos, de apostas”, declarou o motorista.

Logo após o acidente, Dionez chegou a fazer uma vaquinha online para poder consertar seu carro e voltar a trabalhar. A meta inicial era arrecadar R$ 30 mil, mas ele recebeu em torno de R$ 176 mil e encerrou a vaquinha.

Sobre o acidente

O ator Kayky Brito, de 34 anos, foi atropelado na madrugada de 2 de setembro pelo carro de aplicativo que Dionez dirigia. O acidente ocorreu no momento em que Kayky atravessava uma avenida na Barra da Tijuca para buscar algo em seu carro, que estava estacionado do outro lado da avenida.

O motorista socorreu a vítima e acionou ajuda imediatamente. Exames demonstraram que ele não havia ingerido bebida alcoólica. Dionez também não estava dirigindo acima da velocidade permitida. No momento do acidente ele estava transportando uma passageira e sua filha.

De acordo com um boletim médico divulgado pelo Hospital Copa D’or nesta semana, Kayky está apresentando boa resposta às sessões de fisioterapia.

*Com informações da CNN