Missão tripulada da Nasa e da SpaceX chega à Estação Espacial Internacional

Divulgação/Nasa

Por: Pedro Leal

28/08/2023 - 13:08 - Atualizada em: 28/08/2023 - 13:48

Os astronautas da missão Crew-7 da Nasa e da empresa Spacex, que chegaram nesse domingo (27) à Estação Espacial Internacional (EEI) a bordo da nave Dragon Endurance, já estão dentro do laboratório orbital e iniciam “uma missão de seis meses”, segundo confirmou a agência espacial dos EUA.

As informações são da agência EFE.

“Bem-vindo a bordo, Crew-7! Os membros da Crew-7 juntaram-se nesse domingo à tripulação de sete membros da Exp 69 a bordo da estação espacial, ampliando sua população para 11”, escreveu a EEI na rede social X (antigo Twitter).

A Nasa acrescentou que os astronautas estão iniciando uma missão de cerca de seis meses vivendo e trabalhando no laboratório orbital. Até o retorno dos astronautas da Crew-6, que já estava na estação, a EEI terá 11 tripulantes. O retorno deve ocorrer nos próximos dias.

A missão Crew-7, sétima missão tripulada à EEI da Nasa e da SpaceX, é liderada pela astronauta Jasmin Moghbeli, selecionada pela agência espacial americana em 2017, e Andreas Mogensen, da Agência Espacial Europeia (ESA) – o primeiro astronauta dinamarquês da história.

A nave também transportou os astronautas Satoshi Furukawa, da agência japonesa JAXA, e Konstantin Borisov, da russa Roscosmos.

A acoplagem autônoma no porto do módulo Harmony da EEI seu deu às 9h16, horário do leste dos EUA (10h16 de Brasília). A escotilha da espaçonave Dragon foi aberta às 10h58 (11h58), logo depois que a tripulação da EEI abriu outra escotilha localizada “entre a estação espacial e o adaptador de acoplamento pressurizado”, informou o blog da missão.

A Crew-7 se junta à tripulação da Expedição 69 da EEI composta pelos astronautas da Nasa Stephen Bowen, Woody Hoburg e Frank Rubio, bem como pelo astronauta dos Emirados Árabes Unidos Sultan Alneyadi e pelos cosmonautas da Roscosmos Sergey Prokopyev, Dmitri Petelin e Andrey Fedyaev.

Em comunicado, o administrador da Nasa, Bill Nelson, disse que “a Crew-7 é um exemplo brilhante do poder da engenhosidade americana e do que podemos alcançar quando trabalhamos juntos”.

Durante sua estadia no laboratório orbital, a tripulação da Crew-7 realizará “demonstrações de ciência e tecnologia para se preparar para a exploração humana além da órbita baixa da Terra e beneficiar a humanidade na Terra”, segundo diz a descrição da missão no site da SpaceX.