Maior cobertura do Brasil está à venda por R$ 59 milhões

O imóvel fica na Praia do Flamengo, no Rio de Janeiro e, segundo o anúncio, está em fase de registro no Guinness Book | Foto: Reprodução internet

Por: Elisângela Pezzutti

17/07/2023 - 13:07 - Atualizada em: 17/07/2023 - 13:40

Uma cobertura, com 3.900 metros quadrados de área, no Edifício Tucumã, anunciada como a “maior do Brasil”, está à venda por R$ 59 milhões. O imóvel está localizado na Praia do Flamengo, no Rio de Janeiro e, de acordo com o anúncio, está em fase de registro no Guinness Book.

Os 3.900m² são divididos em quatro andares, cinco suítes, 12 banheiros, jardim suspenso com piscina, saunas seca e a vapor, spa, churrasqueira, sala de jogos, pub, galerias e salões interligados por uma escadaria de mármore. Os pisos de mármores italianos e espanhóis ornam com as obras de artes e móveis franceses, italianos e tapeçarias árabes.

Com vista para a beira-mar, a cobertura tem arquitetura semelhante a um palacete dos anos 1950 e foi residência da tradicional família Guinle, tendo sido palco de inúmeras festas da alta sociedade carioca, com ilustres visitas de membros da sociedade internacional.

Atualmente, o imóvel pertence à família Fragoso Pires, que vive no local até hoje, mas decidiu colocar à venda há cerca de 10 anos.

“O patriarca faleceu e não faz sentido uma viúva morar num palácio desses, sozinha e com empregados”, explicou o corretor Henrique Martins.

Segundo ele, o imóvel não tem um giro de visitas comum comparado aos outros e explica o preço de R$ 59 milhões: “são várias razões. A vista, o tamanho, a nobreza dos materiais construtivos do imóvel e o valor histórico da propriedade”.

 

Foto: Reprodução internet

Dívida milionária

Segundo o jornal O Globo, a cobertura possui uma dívida acumulada de IPTU desde 2019, com débitos de R$ 674.896,11 inscritos na Dívida Ativa da Procuradoria-Geral do Município (PGM).

Há, ainda, uma cobrança administrativa, de R$ 121.567,59, do carnê de 2022, e R$ 66.092,49 até junho deste ano, já vencidos e não pagos, com incidência de juros e correção. Somados os valores, a dívida ultrapassa R$ 862 mil.

*Com informações do O Globo.

Notícias no celular

Whatsapp