Mãe pede ajuda para comprar cadeira de rodas nova para filho com hidrocefalia

Por: Maria Luiza Venturelli

17/03/2023 - 16:03 - Atualizada em: 17/03/2023 - 16:38

O pequeno Rodrigo Sebastião Wolff, de 11 anos, mora em Balneário Barra do Sul e tem paralisia cerebral, retardo mental grave, epilepsia, autismo e hidrocefalia. O menino nasceu de uma gravidez gemelar, mas o irmão faleceu há mais de seis anos.

A mãe, Tatiane Barbi de Alcântara, luta diariamente para proporcionar uma vida digna para o filho e pede doações para o menino, que precisa de uma cadeira de rodas para melhor qualidade de vida.

Na casa também moram as duas irmãs mais novas de Rodrigo, de seis e dois anos de idade, e o padrasto – que cria o menino como filho pois o pai verdadeiro não paga pensão há meses.

A família recebe o BPC (Benefício de Prestação Continuada), que tem o valor de um salário mínimo e é destinado à pessoas com deficiência de qualquer idade, que comprovem não possuir meios de se sustentar ou de ser sustentado pela família.

Foto: Arquivo Pessoal

“O gasto mensal é alto, com contas em geral, alimentação, remédios, fraldas e combustível, que no momento não está tão alto, pois o carro está estragado. Não temos água e nem luz aqui, a vizinha fornece para nós, geralmente dá entre R$ 300 e R$ 400. também tem a internet que a gente paga para ela pra poder ter o desenho na TV para as crianças”, explica a mãe.

Além da situação do filho, Tatiane também enfrentou vários outros desafios, como a perda das duas irmãs para Covid-19 e do pai, que ela encontrou morto dentro de casa.

Rodrigo frequenta a Apae (Associação de Pais e Amigos dos Excepcionais) todas as manhãs, onde recebe assistência social e incentivo de desenvolvimento. No momento, o foco é conseguir a cadeira de rodas, que custa cerca de R$ 6,4 mil. Mas para eles, toda ajuda é bem vinda, desde roupas e calçados para as crianças, até fraldas, alimentos e leite.

Tatiane conta que a família consome cerca de duas caixas de leite por semana, além de quatro latas de Mucilon por mês e todo o resto de alimentação necessária para a família.

Quem se sentir motivado a ajudar a família pode entrar em contato com Tatiane através do telefone e WhatsApp (47) 9 9254-2701. A chave PIX para doação é 06110168939.

Notícias no celular

Whatsapp