Joinville registra quedas de muro, alagamentos e deslizamentos em decorrência do temporal

Foto: Prefeitura de Joinville

Por: OCP News Joinville

12/01/2024 - 15:01 - Atualizada em: 12/01/2024 - 16:02

Do fim da tarde de quinta-feira (11) até a manhã de sexta-feira (12), a Defesa Civil de Joinville registrou 32 ocorrências provocadas pela forte chuva.

Os casos estão relacionados a quedas de muro (19), deslizamentos (3), alagamentos (4) e situações como erosão, detalhamentos (2), portão que caiu e queda de galho de árvore (4).

 

 

Na manhã desta sexta, a Defesa Civil de Joinville fez vistorias em três casas no bairro Paranaguamirim, que foram interditadas na quinta-feira. Dois imóveis permanecerão interditados e um deles teve uma interdição parcial.

As Unidades Regionais de Obras da Secretaria de Infraestrutura Urbana (Seinfra) da Prefeitura de Joinville atuam no reparo de danos causados pela chuva, durante esta sexta-feira.

Na Região Sul, as equipes trabalharam em diversas ruas de morro, removendo material que desceu das áreas mais altas e também restabelecendo a condição de tráfego das vias.

No Paranaguamirim, a Unidade Regional de Obras Sudeste atuou na retirada de uma passarela de madeira, próxima à Paróquia São Miguel Arcanjo. A Unidade Regional de Obras Sudoeste trabalhou na rua Londrina, no Nova Brasília, no conserto de uma erosão na via.

No Vila Nova, na Estrada do Atalho, a Seinfra deu apoio a Celesc reparando postes danificados pela chuva. Na Estrada Piraí, as chuvas causaram danos a uma galeria e a uma travessia com tubos. A Unidade Regional de Obras Oeste fará a reposição do material que foi carregado pelas águas.

Ainda podem ocorrer pancadas de chuva nesta sexta-feira (12), mas com menor intensidade e volume, já que a frente fria está se afastando do Estado. No domingo à tarde (14/1), está prevista mais uma pancada de chuva para a região.

Novos registros de ocorrências relacionadas à chuva podem ser feitos para a Defesa Civil de Joinville pelo número 199 ou para os Bombeiros Voluntários pelo 193.

O alerta se mantém para o risco de deslizamento. Desta forma, quem mora próximo de morros e encostas deve ficar atento a sinais que indiquem movimentação de terra, como água barrenta descendo do morro, árvores ou postes inclinados e rachaduras em paredes e muros.