Inaugurada nova biblioteca e espaço educacional na Penitenciária de Florianópolis

Foto: Jaqueline Noceti – ASCOM/SAP

Por: Isabelle Stringari Ribeiro

13/06/2023 - 10:06 - Atualizada em: 13/06/2023 - 10:55

Segundo o secretário da SAP, Edenilson Schelbauer, a educação e a atividade laboral são os dois pilares do Governo do Estado no desenvolvimento da ressocialização das pessoas privadas de liberdade.

“Além disso, a ressocialização também contribui para a segurança pública, pois assim é menor a probabilidade dos apenados voltarem a cometer crimes, o que reduz o número de vítimas, ajuda a criar comunidades mais seguras e desonera o Estado com os custos do sistema prisional”, ressaltou Schelbauer.

Foto: Jaqueline Noceti – ASCOM/SAP

O Projeto Despertar Pela Leitura, regido por um termo de cooperação entre a SAP e a Secretaria da Educação (SED), é uma ferramenta educacional essencial no sistema prisional. Seu objetivo principal é reintegrar os apenados à sociedade por meio do estímulo à leitura e da conscientização da importância da educação. Cada obra lida corresponde à remição de quatro dias de pena, limitada a 12 obras efetivamente lidas e avaliadas em um ano, com a possibilidade de remir até 48 dias a cada período de 12 meses.

Foto: Jaqueline Noceti – ASCOM/SAP

De acordo com a superintendente do Departamento de Desenvolvimento Educacional do Departamento de Polícia Penal, Josiane Maria Melo da Rosa, o trabalho conjunto entre todas as partes envolvidas e as parcerias estabelecidas fortalecem ainda mais o desenvolvimento dos projetos educacionais.

“Ver esse fruto (inauguração da biblioteca) é a certeza de mais uma semente que deu certo em nosso trabalho. Estamos sempre em busca de melhorar”, comentou.

Novas vagas e parcerias pela ressocialização

Com a inauguração da nova biblioteca, cerca de 170 apenados adicionais poderão ser atendidos pelo Projeto Despertar Pela Leitura na Penitenciária de Florianópolis, além dos 400 internos já participantes. O espaço foi viabilizado por meio de parcerias, incluindo a doação de um contêiner pelo Conselho da Comunidade e a colaboração de professores da Secretaria de Educação e bibliotecárias estagiárias da UDESC.

Foto: Jaqueline Noceti – ASCOM/SAP

A coordenadora do programa de extensão da Udesc Novos Horizontes: A universidade nos espaços de privação de liberdade, Prof. Daniella Pizarro, enfatizou a importância desse projeto em parceria com a SAP, SED e UDESC no apoio à leitura para a população privada de liberdade.

“Por meio da literatura criamos leitores e, desta forma, formamos melhores cidadãos para a sociedade”, completou.

Foto: Jaqueline Noceti – ASCOM/SAP

Notícias no celular

Whatsapp