Hino, Bandeira, Selo e Brasão: conheça a história dos 4 símbolos nacionais brasileiros

Foto: Marcelo Camargo/Agência Brasil

Por: Isabelle Stringari Ribeiro

06/09/2022 - 08:09 - Atualizada em: 06/09/2022 - 08:46

Ela está nos prédios públicos, nas escolas, nos estádios com o torcedor, na comemoração dos atletas e até nas residências. Com o seu verde, amarelo, azul e branco e a famosa frase, “Ordem e Progresso”, a Bandeira Nacional é um dos principais símbolos do Brasil e é no círculo azul que fica o centro que estão as estrelas que representam as 27 unidades federativas do Brasil.

O estilo atual foi criado após a Proclamação da República em 1.889, para representar as conquistas e um momento histórico para o país, mas muitas outras vieram antes dela.

Em toda a história, o Brasil teve até agora 13 bandeiras diferentes.

E o que falar do Hino Nacional?

Dos mais novos aos mais velhos, todos entoam a letra conta fatos históricos do nosso país.

O Hino Nacional começou a tomar forma em 1.831 com a melodia de Francisco Manoel da Silva.

A letra como conhecemos hoje foi criada pelo poeta Joaquim Osório Duque Estrada. Foi oficializada em 1.922. O hino exalta valores como liberdade, amor a Pátria e a força dos brasileiros. Para historiadora Neuma Brilhante Rodrigues, os símbolos nacionais de grande importância para a consolidação da identidade nacional.

“Esses símbolos nacionais apresentam como instrumentos para criar essa identidade entre essa comunidade espalhada, elas estão se sentindo como pertencentes ao mesmo grupo e agora um grupo nacional. Esses símbolos vão ser fundamentais pra essa mudança de chave da construção da identidade política. Nós deixamos de ser súditos de alguém e passamos a pertencer a uma determinada Nação”.

Existem também outros hinos nacionais, que representam símbolos importantes para o país. O mais antigo é o Hino da Independência, composto pelo próprio D. Pedro I. O Hino da Bandeira, escrito pelo poeta Olavo Bilac, foi apresentado pela primeira vez em 1906. Há ainda a Canção do Expedicionário, o hino cantado pelos pracinhas que lutaram a 2a Guerra Mundial na Europa.

Selo

Outro símbolo do nosso país é o selo nacional, criado em 1.889, o desenho do selo é baseado na esfera da bandeira do Brasil para autenticar atos do governo, documentos oficiais, bem como diplomas e certificados escolares.

Selo

Brasão

E o quarto símbolo da nação é o brasão nacional, que foi criado na foi criado na mesma data que a bandeira brasileira.

Também conhecido como armas nacionais, o brasão representa a glória, a honra e a nobreza do Brasil. As armas são formadas por um escudo redondo uma estrela de cinco pontas e uma espada. E no centro, o Cruzeiro do Sul. O uso é obrigatório pelos poderes Executivo, Legislativo e Judiciário e pelas Forças Armadas.

O brasão nacional também está presente em todos os prédios públicos. No Colégio Militar de Brasília, é assunto para aprender em salas de aula com muita seriedade. Como conta a aluna Helena Galegaro,

“De fato, o colégio estimula isso muito eh em todos os alunos e é com certeza algo que nós vamos levar para frente, compartilhar com os nossos entes queridos, com os nossos amigos e para as futuras gerações”.

A apresentação dos quatro símbolos nacionais, como são conhecidos hoje, foi regulamentada por lei em 1971.

*Com informações da Agência Brasil.

Notícias no celular

Whatsapp