Forte chuva causa pontos de alagamento em Joinville

Rua São Paulo registra alagamento | Foto: Reprodução/Redes Sociais

Por: OCP News Joinville

04/10/2023 - 09:10 - Atualizada em: 04/10/2023 - 10:02

Desde a madrugada desta quarta-feira (4) até às 8h, o acumulado de chuva era de 35 milímetros. Com a chuva forte e persistente, há possibilidade de acumulado chegar a 100 milímetros durante o dia.

Até o momento, a Defesa Civil não recebeu chamados para atender ocorrências em imóveis e monitora, presencialmente e com o auxílio das câmeras instaladas em locais estratégicos, pontos de alagamentos em ruas da zona Sul e região Central de Joinville.

O Departamento de Trânsito está orientando os motoristas, e por volta das 8h30 desta quarta-feira, fez a interdição parcial da São Paulo, na altura com o cruzamento da rua Augusto Schmidt. Já o cruzamento da rua Coronel Santiago com a Navarro Lins está totalmente bloqueado.

Nas ruas 9 de Março com a Dr. João Colin e na avenida Juscelino Kubitschek são outros pontos com acúmulo de água. Vale ressaltar que esses pontos de interdição podem sofrer alteração de acordo com o aumento ou diminuição no volume de chuva. Há outras ruas com acúmulo de água, principalmente nas laterais.

“A maior possibilidade de inundação é nas regiões urbanas, aquelas que há rios nas proximidades. Citamos, como exemplo, a região central e pontos na zona Sul que já sentem a influência da quantidade de chuva”, informa Maiko Richter, gerente da Defesa Civil.

Essa instabilidade ocorre em função da passagem de uma frente fria pelo estado que deixa o tempo instável em todas as regiões. Segundo a Defesa Civil estadual, durante a tarde, o vento deve mudar da direção Norte para o Sul. Com isso, há possibilidade de rajadas de vento.

Foto: Reprodução/Redes Sociais

 

Orientações

Com a chuva volumosa, além do risco de alagamento, podem ocorrer deslizamentos de terra. Essa condição exige atenção, principalmente de pessoas que moram próximas de rios e morros.

A orientação para a população é, em caso de alagamento, evitar circular em áreas com água acumulada. Além disso, ter cuidado com crianças próximas de pontes e ribeirões devido a correnteza que tende a aumentar.

Já os sinais que indicam risco de deslizamento são movimentações de terra, como inclinação de postes e árvores, rachaduras em paredes e no caso específico de morros, água com barro escorrendo.

A Defesa Civil de Joinville pode ser acionada pelo telefone 199 e os Bombeiros Voluntários pelo 193.

Para receber os alertas em tempo real, basta enviar por mensagem de texto (SMS), o número do CEP para o telefone 40199. O serviço é gratuito e gerenciado pela Defesa Civil estadual.

 

Transporte coletivo e aulas

A orientação para quem usa o transporte coletivo é acompanhar o deslocamento dos veículos pelo site onibus.info. Quando há pontos alagados que podem colocar os passageiros e trabalhadores em risco, as empresas alteram o percurso ou suspendem a operação temporariamente para garantir a segurança.

As aulas em Escolas e Centros de Educação Infantil da Rede Municipal de Ensino estão mantidas.