Femusc tem happy hour com shows de músicos em bares de Jaraguá do Sul

Foto: Divulgação

Por: Isabelle Stringari Ribeiro

18/01/2024 - 14:01 - Atualizada em: 18/01/2024 - 14:34

A 19ª edição do Festival Internacional de Música de Santa Catarina (FEMUSC) realiza, em parceria com artistas locais, um happy hour de música popular em vários pontos boêmios de Jaraguá do Sul como bares, casas noturnas e na Via Gastronômica, uma área próximas à restaurantes.
“Nós incluímos 35 músicos da cidade que irão se espalhar por happy hours tocando em barzinhos e baladas da cidade”, afirmou Fenísio Júnior, diretor-executivo do FEMUSC.
O Happy Hour FEMUSC é uma parceria realizada com os músicos da Associação de Bandas de Jaraguá do Sul (Abajas). Ao todo, são 20 apresentações musiciais de gêneros como MPB, jazz e pop rock, realizadas sempre às 19h. Os músicos locais não tocarão música erudita, que fica restrita às apresentações dos alunos e professores do festival.
“A parceria é uma valorização do artista local de Jaraguá do Sul, já que participar de um festival internacional coloca a Abajas dentro de um evento de relevância”, afirmou Enéias Raasch, presidente da Abajas.
Os músicos da Abajas também se apresnetam em praças públicas da cidade durante o evento.

Apresentação Scar

O concerto na noite de terça-feira (16) iniciou com a apresentação do violinista Ruan Schneider da obra do compositor luterano Johann Sebastian Bach para a plateia que lotava o teatro do Centro Cultural Scar.
Em seguida, teve a exibição de um quarteto de cordas do compositor Aleksandr Borodin. Depois, os violistas Joel Brandão e Washington Couto tocaram um dueto de modais do alemão Ernst Mahle. Ainda teve a apresentação da violinista Inna Osypchuk da obra de Niccolo Paganini.
E o encerramento do concerto teve a regência do maestro Alex Klein da obra Suíte Antiga, do compositor brasileiro Alberto Nepomuceno.

Patrocínio

Em 2024, para além da Lei do Incentivo à Cultura do Ministério da Cultura, e patrocinadores que viabilizam o festival desde às primeiras edições, como o WEG, Zanotti, Duas Rodas, o festival renova parceria pelo terceiro ano o Komprão Koch Atacadista e estreia no festival Diamante Geração de Energia. O FEMUSC passa a contar também com o apoio do Itaú.
“Um parceiro que enxergou o que significa para o estado e para o país esse caldo cultural que acontece aqui há 19 anos”, disse Fenisio Júnior, diretor-geral do festival.