Família de menina raptada em Jaraguá do Sul pede ajuda para consertar carro

Foto: Arquivo Pessoal

Por: Thomas Madrigano

04/12/2022 - 11:12 - Atualizada em: 04/12/2022 - 13:09

A família da menina raptada em Jaraguá do Sul, na última quinta-feira (1º), está realizando uma vaquinha on-line para poder consertar o motor do carro ou até comprar outro.

De acordo com Sidnei Carlos da Silva, padrasto da vítima, o Ford Ka 1997 da família está com o motor fundido e não pode ser utilizado. A meta dele é conseguir R$ 5 mil para arcar com os custos do conserto.

 

 

“Eu não dava bola para isso, mas agora ele faz falta para que eu possa me locomover e levar minha menina para fazer acompanhamento psicológico. Moramos longe de tudo e ela está com medo até de sair da cama”, explicou.

Sidnei, a esposa Rosana e três crianças vivem em uma área rural, no bairro Jaraguá 99. Ele trabalha como montador de máquinas e a mulher é diarista.

O padrasto da menina conta que, desde o ocorrido, as crianças estão muito assustadas e que o casal quer oferecer mais segurança a elas.

Rapto e tentativa de afogamento

Na última quinta-feira, duas crianças, uma menina e um menino, foram raptadas por um adulto quando voltavam da escola.

O homem levou as duas vítimas até um bananal e as amarrou. Na sequência, foi com a menina de 10 anos até um ribeirão. Ele tentou abusar dela e, depois, tentou afogá-la.

No entanto, o proprietário do bananal em que eles estavam apareceu e conseguiu resgatar a menina. O suspeito, então, fugiu pelo ribeirão e foi localizado momentos depois, em um rápido trabalho da PM.

O homem, de 39 anos, tem um longo histórico criminal. Ele acumula passagens por roubo, desacato, envolvimento com drogas e suspeita de homicídio.