Escolas de samba preparam últimos detalhes para o desfile do Carnaval de Joinville

Fotos: Prefeitura de Joinville

Por: OCP News Joinville

01/02/2024 - 22:02 - Atualizada em: 01/02/2024 - 22:54

As Escolas de Samba de Joinville estão nos últimos preparativos para o desfile que ocorre neste sábado (3), na Avenida Beira Rio, em frente ao Centreventos Cau Hansen. Às 19h, o grupo Afoxé Omilodê faz a tradicional lavagem da avenida.

 

 

Às 20h, inicia o Desfile das Escolas que terá como cronograma a Escola de Samba Príncipes do Samba. Na sequência, às 21h, é a vez da Unidos do Caldeirão. Às 22h, quem se apresenta é a Fusão do Samba e às 23h, a Unidos pela Diversidade encerra o desfile das escolas. O trajeto será do cruzamento da Rua Max Colin, até a rua lateral ao Centreventos Cau Hansen.

O público pode acompanhar o desfile gratuitamente. E, neste ano, com ainda mais conforto, já que a Prefeitura está montando arquibancada com capacidade para até 1,2 mil pessoas. O Carnaval de Joinville é promovido pela Prefeitura de Joinville e pela Liga das Escolas de Samba.

 

Confira o que cada escola vai levar para a avenida

– Escola de Samba Príncipes do Samba

Fundada em 1986, a escola tem como suas cores azul e branco e a coroa como símbolo. Em 2024, serão 300 integrantes na avenida, com 13 alas e 2 alegorias. Em 2024, o enredo é “Somos do mesmo chão. A presença negra em Joinville, uma história para ser contada”.

O samba enredo fala da chegada dos negros em Joinville e da conquista de espaço na sociedade. Já na comissão de frente, a escola mostra a chegada desses negros que já tinham suas habilidades, conhecimentos e profissões. No desenvolvimento das alas, a escola traz a atuação dessa presença afrodescendente na crescente sociedade joinvilense.

 

– G.R.E.S. Unidos do Caldeirão

Fundada em 2011, a escola traz as cores vermelha, verde e branca e como símbolos a fênix e o caldeirão. Em 2024, serão 300 integrantes na avenida e 2 alegorias. O samba enredo é “Nossa expressão mais popular – Égua, vim toda vida reto e cheguei até aqui”. O samba enredo fala sobre um dos fatores mais típicos da identidade de um povo: a sua linguagem.

São expressões que estão no consciente e no inconsciente coletivo da cidade. São dez alas divididas em dez expressões joinvilenses. O samba faz alusão aos migrantes e imigrantes que chegam na cidade e se deparam com um modo de vida único, com um povo preparado para o trabalho e imerso em expressões típicas e identitárias.

 

– A.R.C.E.S. Fusão do Samba

Fundada em 2007, a escola tem as cores verde e branco e o beija-flor como símbolo. No Carnaval de 2024, serão 300 integrantes na avenida, com 8 alas e 1 alegoria. O samba-enredo é: “Viva a Fusão é Festa de São João”. O samba enredo fala sobre a festa junina, suas cores e danças.

Na avenida, a escola traz a história de São João, onde a festa histórica começou. Nas alas, comidas típicas como milho, quentão e pipoca, além de quadrilhas, roupas coloridas e xadrez, com damas e cavaleiros.

 

– G.R.E.S. Unidos pela Diversidade

Fundada em 2009, a escola tem como símbolo a silhueta de uma borboleta e seis cores: vermelho, laranja, amarelo, verde, azul e lilás, com o branco e roxo como cores predominantes.

No desfile de 2024, serão 350 integrantes, 16 alas e 1 alegoria. O samba enredo fala sobre sonhos. As alas parceiras vão levar para a avenida a capital da dança, a saúde por meio da atividade física, o afoxé, a comunidade LGBTQIA+ e a sociedade sem preconceito.