Em segundo turno, compra da nova sede da Câmara de Vereadores de Guaramirim é aprovada

Foto: Divulgação

Por: Isabelle Stringari Ribeiro

13/09/2023 - 14:09 - Atualizada em: 13/09/2023 - 15:05

Foi aprovado novamente a compra da nova sede da Câmara de Vereadores de Guaramirim. Essa aquisição é uma resposta ao Ministério Público, que tem pressionado a Câmara desde 2014, exigindo melhorias e obras de acessibilidade na estrutura atual, localizada ao lado da Prefeitura Municipal. Essas melhorias têm como objetivo beneficiar tanto os munícipes como os funcionários da Casa. A compra foi aprovada mais uma vez na sessão de terça-feira (13).

A favor do projeto votaram os vereadores Osvaldo Barbosa (PP), Tiago Stoinski (PP), Gerson Peixer (PSD) e Admar Paludo (PP), enquanto os vereadores Nilson Bylaardt (MDB), Pedro Ivo (MDB), professora Maria Rosana (PSD) e Ezequiel de Souza (UB) se posicionaram contra o projeto. O presidente da Câmara, Matias Tomczak (UB), desempatou a votação ao votar a favor da compra da nova sede.

Para o presidente da Câmara, Matias Tomczak (UB), a nova sede dará estrutura para o trabalho do vereador em Guaramirim.

“Votação apertada, alguns contra, outros a favor. Mas por trás dos bastidores, a gente sabe que alguns estão felizes pois terão uma sede onde poderão atender bem o seu eleitor e a gente trabalha não pensando nesta gestão, mas pra quem vem depois da gente”, disse.

De acordo com o presidente Matias, a expectativa é de que a nova Câmara já seja utilizada nos próximos meses após as obras de adequação.

“Teremos algumas adequações, fechar e abrir uma porta, parte de TI, pintura, letreiro, essas coisas que são básicas que precisamos fazer para que, assim tão logo, a gente possa ir para esta nova sede como o Ministério Público colocou dando prazo de 90 dias”, finaliza.

Com a aprovação do projeto, a Câmara de Vereadores se instalará na antiga sede do Sindicato dos Metalúrgicos da Região. A aquisição do imóvel será feita por R$ 3,8 milhões, por meio de financiamento junto ao BADESC (Agência de Fomento de Santa Catarina). O projeto agora segue para a sanção do prefeito Osvaldo Devigili.

Notícias no celular

Whatsapp