Em reuniões em Brasília, Prefeito de Blumenau e famílias pedem penas mais duras para crimes hediondos

Crédito: Divulgação/Prefeitura Municipal de Blumenau

Por: OCP News Vale

18/04/2023 - 17:04 - Atualizada em: 18/04/2023 - 17:16

Na primeira agenda em Brasília nesta terça-feira, dia 18, o prefeito Mário Hildebrandt participou de uma reunião do Grupo de Trabalho Interministerial para falar sobre políticas de proteção do ambiente escolar. E aproveitou o encontro para pedir ao presidente da República, Luís Inácio Lula da Silva, aos representantes do Judiciário (ministros Alexandre de Moraes e Rosa Weber) e representantes do Legislativo que se apliquem penas mais duras para crimes hediondos como o ocorrido no último dia 5 de abril, no CEI Cantinho Bom Pastor.

O encontro ocorreu no Palácio do Planalto e contou com a presença do presidente da República, de ministros de governo, representantes do Judiciário, de todos os governadores e de prefeitos que representaram a Frente Nacional de Prefeitos, a Associação Brasileira de Municípios e a Confederação Nacional de Municípios.

A pedido do governador de Santa Catarina, Jorginho Mello, o prefeito de Blumenau teve a oportunidade de falar durante a reunião. Além de destacar as ações realizadas na cidade após o ataque, também falou sobre a missão que tem encarado com as famílias das vítimas. “Desde o dia do acidente uma palavra que eu ouvi das famílias me marcou muito: justiça! O principal clamor deles é esse e essa virou também minha missão. Não queremos ver esse monstro com progressão de pena, solto em cinco, dez anos anos talvez”, destacou.

Encontro com a Primeira-dama da República
Após a reunião, o prefeito de Blumenau acompanhado dos familiares foi recepcionado pela primeira-dama da República, Rosângela “Janja” Silva, pela deputada-federal Ana Paula Lima, pelo ministro da Educação, Camilo Santana e pelo ministro-chefe da Secretaria-Geral da Presidência da República, Márcio Macedo. “Nossa dor tem sido tão grande quanto nossa vontade e anseio por justiça. Nada devolverá nossos pequenos, mas a luta hoje é para que mais famílias não passem pela dor que estamos passando. E foi isso que pedimos à primeira-dama e aos Ministros”, destacou a mãe de Bernardo Cunha, Jennifer Pabst.

Agendas em Brasília
A agenda do prefeito de Blumenau e dos familiares das vítimas segue nesta tarde em Brasília, com reuniões com a secretária executiva do Ministério dos Direitos Humanos, Rita Cristina de Oliveira, com o Ministro da Justiça, Flávio Dino, com o presidente da Câmara dos Deputados, Arthur Lira, e com a presidente do Supremo Tribunal Federal, Rosa Weber. Bruno Bride, pai de uma das vítimas, Jennifer Pabst, mãe de outra vítima e a cunhada dela, Lidiane Cristina da Cunha são os familiares que acompanham a comitiva.

Receba as notícias de Blumenau e região pelo WhatsApp clicando aqui.