Dive fará terceiro ciclo de fumacê em três bairros de Jaraguá do Sul

Foto: PMJS/Divulgação

Por: Claudio Costa

31/05/2024 - 10:05 - Atualizada em: 31/05/2024 - 10:16

A Prefeitura de Jaraguá do Sul, por meio da Secretaria Municipal de Saúde, informa que na segunda-feira (3), ocorrerá aplicação do 3º ciclo de fumacê em ruas dos bairros Vila Lenzi, Tifa Martins e São Luís.

A ação será feita pela equipe da Diretoria de Vigilância Epidemiológica do Estado de Santa Catarina (Dive) com o carro equipado com UBV pesado, entre 5h e 9h.

As ruas não serão borrifadas em sua totalidade e poderá ocorrer borrifação em ruas adjacentes.

Ação do Estado

Devido a situação epidemiológica do Município, a Dive está fazendo ciclos de aplicação de fumacê na cidade. São três ciclos nos mesmos locais, em semanas subsequentes. [

O objetivo é pegar todas as formas do mosquito Aedes aegypti: mosquitos adultos na primeira aplicação, os que eram larvas e se tornaram mosquitos (2º aplicação) e os que eram ovos e se tornaram mosquitos (3º aplicação).

Desta forma é possível eliminar todos os mosquitos infectados com o vírus na área onde ocorre a aplicação.

Confira as ruas

Vila Lenzi
R. Venâncio da Silva Porto
R. Max N. Whilhelm Schmidt
R. Heinz Mahke
R. Lourenço Kanzler
R. Tarcício de Oliveira Motta
R. Leopoldo Veloso
R. Roberto Marquardt
R. Max N. W. Schmidt
R. Victor Rosemberg
R. Francisco Z. Lenzi
R. Paulo Neitzel
R. Herman Schulz
R. Padre Alberto Romould Jakobs
R. Irmão Leandro
R. Maria U. da Silva
R. Adão Noroschny
R. Leopoldo Gorges
R. Pres. Castelo Branco
R. Padre Horácio
R. Goiás
R. Urbano Rosa
R. Mato Grosso
R. Francisco Piermann
R. Pres. Castelo Branco
R. Dr. Arquimedes Dantas
R. Serv. 170
R. João Klein
R. João Reis Junior
R. Otto Mayer
R. Lorival Zoncateli
R. Marcelo Barbi
R. Paraíba
R. Esmeraldina J. Klein
R. Leopoldo Klein
R. Antônio Prim
R. Serv. 279
R. Elpídio Martins
R. Jaime Gadotti
R. João Firmino Domingos
R. Fredolino Martins

Tifa Martins
R. Dorval Marcatto
R. Adelina Klein Ehlert
R. Oscar Ehlert
R. Arthur Breithaupt
R. Madalena P. Coelho
R. Cabo João Alves
R. Silvio Piazera
R. Afonso Beijamim Barbi
R. Adenor Horongoso
R. José Narloch
R. Francisco Hruscka
R. João Augustinho Fabiano
R. Francisco F. Moler
R. Rudolpho Engelmann
R. Victor Whithoshi
R. Leopoldo Pedro Silva
R. Das Flores
R. Primavera
R. Sd. João Krauss
R. Nazaré
R. Irineu Franzner
R. Das Palmeiras

São Luís
R. Irmão Leandro
R. Paulo Leoni
R. Valdir José Manfrini
R. Ana Tecila Ferreira
R. Edosn Carlos Gerent
R. Arduíno Pradi
R. Levinus Krause
R. Floriano Stahelin
R. Alvino Stein
R. Cristina Adriana Perreira
R. José Narloch
R. Francisco Hrushka
R. Carlos Tribes
R. Albano Piccoli
R. Cecilia Pscheidt
R. Daniel F. Tecilla
R. Maria Demate Nagel
R. Benjamim Stein

Importante:

Em caso de chuva ou outras condições adversas de tempo, a ação poderá ser reprogramada para outro horário.

O fumacê é feito em áreas com alta infestação de mosquitos e casos de dengue.

Os agentes de combate às endemias estão percorrendo a área onde haverá a aplicação do inseticida para orientar os moradores.

As atividades são planejadas e definidas com base em avaliação técnica, em conjunto com a Regional de Saúde, considerando aspectos epidemiológicos (ocorrência de casos em humanos) e entomológicos (bairros infestados pelo mosquito Aedes aegypti).

Cuidados necessários

– Manter aquários, gaiolas, alimentos e vasilhas cobertos até 02 horas após a aplicação do inseticida;
– Pessoas doentes, idosas, alérgicas e recém-nascidos devem permanecer em locais mais afastados por até 02 horas após a aplicação do inseticida;
– Hortas e árvores frutíferas: orientamos higienizar adequadamente antes do consumo;
– Proprietários de animais de estimação, aquários e pássaros devem colocá-los em um cômodo fechado durante a pulverização do inseticida e liberá-los após 30 a 40 minutos. Recipientes de água e comida dos animais também devem ser recolhidos. No caso de colmeias (caixas de abelha), o mesmo período de espera é recomendado antes de abri-las. (A Secretaria de Desenvolvimento Rural e Abastecimento está em contato com os apicultores para orientação).

Notícias no celular

Whatsapp

Claudio Costa

Jornalista pós-graduado em investigação criminal e psicologia forense e pós-graduando em perícia criminal.