Conheça as possíveis temas para a redação do Enem 2023

Foto: Reprodução/Intenet

Por: OCP News Criciúma

02/11/2023 - 19:11

Com a proximidade do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), professores têm feito apostas sobre os possíveis temas que podem surgir na prova de redação, que será aplicada no próximo sábado (5). Além de dominar a estrutura do texto, os alunos devem se manter bem informados sobre os principais acontecimentos no Brasil.

O meio ambiente é uma das áreas de destaque nas previsões. Professores apontam questões como aquecimento global, mudanças climáticas, educação ambiental e crise climática como possíveis tópicos. As mudanças no clima têm sido um tema relevante nos últimos anos e, portanto, são altamente relevantes para a prova.

As discussões sobre os impactos das mudanças climáticas também estão entre as apostas. A conscientização dos cidadãos em relação ao equilíbrio ambiental é fundamental para minimizar os efeitos negativos das mudanças no clima. Questões relacionadas à insegurança hídrica, desmatamento e mudanças climáticas são tópicos que podem ser explorados na redação.

Outro tópico em potencial é a inteligência artificial, um assunto em ascensão na contemporaneidade. A IA tem o potencial de transformar diversos setores da sociedade, incluindo a educação. A redação poderia abordar a relação entre a IA e o mercado de trabalho, especialmente para os jovens, ou mesmo a exclusão digital.

Na área da saúde, temas como obesidade, sedentarismo e seus impactos na saúde são possibilidades. Além disso, o uso de “drogas da inteligência” para melhorar o desempenho cerebral de estudantes e trabalhadores, conhecido como “doping cognitivo” ou “psiquiatria cosmética”, também pode ser explorado.

A educação também é um campo que pode ser abordado. Questões como mudanças no ensino médio, alfabetização e evasão escolar no contexto pós-pandemia de COVID-19 são tópicos relevantes. A educação de jovens e adultos e a importância da formação escolar em um país com desigualdades sociais acentuadas também são áreas de possível foco.

Outros temas que podem surgir na redação incluem fake news, bullying e violência nas escolas, segurança pública, violência policial, combate à fome e insegurança alimentar, habitação, pessoas em situação de rua, trabalho análogo à escravidão, etarismo, idosos e mães solteiras.

Além de considerar os possíveis temas, é essencial que os candidatos se concentrem na estrutura da redação. Seguir uma organização que inclua contextualização, tese e proposta de intervenção social é fundamental, independentemente do tópico apresentado na prova. Os textos de apoio fornecidos na prova e as informações disponíveis já oferecem uma base sólida para desenvolver um ensaio convincente.

A estrutura da redação é uma constante, e a capacidade de articular argumentos consistentes e bem estruturados é fundamental para obter uma boa pontuação. A redação do Enem deve ser um texto dissertativo-argumentativo de até 30 linhas que defenda um ponto de vista apoiado em argumentos lógicos e apresente uma proposta de intervenção social. A proposta deve respeitar os direitos humanos. As notas do Enem são essenciais para concorrer a vagas em instituições de ensino superior público, bolsas de estudo e financiamento estudantil.