Com ameaça às lavouras, projeto prevê caça autorizada de javalis na região Sul

Imagem Ilustrativa

Por: OCP News Criciúma

22/11/2023 - 13:11 - Atualizada em: 22/11/2023 - 13:41

Os javalis estão sendo um problema para produtores da região de São Ludgero. Por não estarem em seu habitat natural, os animais selvagens têm causado estragos em lavouras, rebanhos e ameaçam a biodiversidade local. Além disso, transmitem doenças como peste suína, aftosa, tuberculose, entre outras.

O pedido é que autoridades tomem providências sobre a situação. Na Alesc, de autoria do deputado Lucas Neves (Podemos), um projeto que prevê o controle populacional e o manejo sustentável do javali-europeu (Sus scrofa) em todas as suas formas, linhagens, raças e diferentes graus de cruzamento em Santa Catarina foi proposto.

A proposta foi relatada pelo deputado Altair da Silva (PP), presidente do colegiado. Em seu parecer, Silva justificou que o atual descontrole populacional do javali se tornou uma grave ameaça ao Estado catarinense.

O deputado Lucas apresentou informações a respeito do descontrole populacional dessa espécie, que é muito comum na região Serrana. “Estima-se que haja uma população de 200 mil javalis no Estado, que causam estragos em lavouras, rebanhos e ameaçam a biodiversidade local”, disse, informando que se nada for feito, em um ano, essa população chegará a um milhão.

“É uma situação que está trazendo temor para o campo”, disse Lucas Neves. “Precisamos conscientizar a população dessa ameaça e, ao mesmo tempo, garantir que os caçadores tenham a autorização necessária para fazer o controle dessa espécie”, diz.

Em São Ludgero, os vereadores aprovaram por unanimidade uma moção de apoio ao projeto de lei do controle populacional dos javalis. A medida visa enfrentar os crescentes desafios causados pela invasão desses animais em campos e lavouras da região.

Mobilização

Os vereadores também solicitam o envio da moção ao secretário de Agricultura do Estado de Santa Catarina, Valdir Colatto, ao presidente da Assembleia Legislativa de Santa Catarina, Mauro de Nadal, e ao deputado estadual Lucas Neves. Segundo os vereadores, a urgência na adoção de medidas eficazes é enfatizada diante da ameaça que essa invasão representa para a região.

 

 

Com informações do Diário do Sul