Chuvas trazem prejuízo maior que R$ 38 milhões para agricultura de Içara

Foto: Divulgação

Por: OCP News Criciúma

16/10/2023 - 15:10 - Atualizada em: 16/10/2023 - 15:29

Assim como em diversas cidades, Içara também sente os efeitos das chuvas. Embora haja problemas estruturais em estradas e pontes, o prejuízo maior se concentra nas perdas da agricultura. Secretaria de Agricultura e Epagri estimam um prejuízo superior a R$ 38 milhões de reais no cultivo de oito espécies, além da produção de leite e apicultura. Isso levou o Governo Municipal a decretar situação de emergência.

O cultivo mais afetado é o fumo. A cidade tem 2,4 mil hectares de plantio e se estima terem sido perdidos 30% com aproximadamente R$ 28,8 milhões de prejuízos.

 

“Quanto ao fumo não tem mais o que fazer. Não dá para replantar. Agora é só colher, então o que foi prejudicado pelas chuvas não se recupera”, explicou o engenheiro agrônomo da Epagri, Luiz Fernando Búrigo Coan. “O arroz, por exemplo, pode ser semeado novamente. Por isso, mesmo que tenhamos 2,2 mil hectares de arroz, nas áreas afetadas o prejuízo por enquanto será o custo do replantio”, acrescentou.

Em relação ao fumo, as perdas chegam a 1.440 toneladas do produto. No milho, por sua vez, a perda pode passar de 60 mil sacas. Outros cultivos também têm perdas importantes como morango com 180 toneladas e mandioca com 450 toneladas. Na área animal, produtores de leite têm quebra de 27 mil litros e aumento dos custos de produção, enquanto os apicultores precisam reforçar a alimentação das abelhas em aproximadamente quatro mil caixas.

Abaixo, segue a estimativa de prejuízo por cada cultivo:

Milho – R$ 3.506.100,00

Fumo – R$ 28.800.000,00

Morango – R$ 1.800.000,00

Arroz – R$ 1.805.000,00 (Custo do replantio)

Hortaliças – R$ 1.750.000,00

Melancia – R$ 175.000,00

Mandioca – R$ 250.000,00

Leite – R$ 67.500,00

Apicultura – R$ 33.600,00

Pontes e estradas

Além dos danos na agricultura, o Departamento de Serviços Urbanos (Serurb) aguarda o tempo estabilizar para fechar o cálculo dos prejuízos provocados pelas chuvas. A cidade tem pelo menos quatro pontes interditadas que precisam de manutenção e reparos. Além disso, algumas vias seguem fechadas como Linha Pasqualini em Esplanada e Linha Três Ribeirões na comunidade de Linha Frasson.

Segundo a Defesa Civil, 6.277 pessoas foram diretamente impactadas pelas chuvas em Içara com dificuldade de mobilidade pela interdição de ruas, falta de aula e problemas na agricultura. Como o Governo Municipal realiza a limpeza frequente de córregos e rios, o número de desalojados é pequeno. Foram apenas cinco pessoas em razão de problemas estruturais em suas residências. O Rio dos Porcos não transbordou durante os dias de chuva.