Celebração e reflexão marcam encerramento da Semana da Consciência Negra em Jaraguá do Sul”

Foto: Divulgação PMJS

Por: Isabelle Stringari Ribeiro

27/11/2023 - 15:11 - Atualizada em: 27/11/2023 - 15:22

A Secretaria Municipal de Cultura, Esporte e Lazer concluiu as atividades da Semana da Consciência Negra na Praça Ângelo Piazera na última sexta-feira (24). Por meio de apresentações artísticas e musicais, os presentes foram instigados a refletir sobre a luta contra o preconceito racial, evidenciando a contribuição única do povo negro para a construção da identidade brasileira.

Durante toda a semana passada, uma variedade de atividades destacou a relevância do povo negro na formação da história e sociedade brasileira. Ivana Cavalcanti, coordenadora do Museu Emílio da Silva, ressalta que, além de características distintas, os africanos trouxeram consigo um rico acervo cultural que moldou e continua a moldar a trajetória do Brasil.

A exposição “Sobre a África que você fala: Palavras, Origens e Desconstrução”, em exibição no Museu Histórico Emílio da Silva até 20 de dezembro, busca chamar a atenção para as manifestações preconceituosas presentes no cotidiano, mesmo diante dos avanços na inserção dos negros na sociedade.

Diversas outras atividades marcaram a Semana da Consciência Negra, incluindo apresentações do Coral “Vozes Africanas”, danças urbanas com os bailarinos do Studio Liss, e uma noite de samba com os grupos PDN e Bera Samba. O Coral Vozes Africanas também participou do encerramento, cantando sambas e músicas populares.

O evento contou com a parceria de entidades como a Carta Magna da Umbanda, Grupo de Mestres da Umbanda e Federação da União dos Cultos Afros Brasileiros (FUCA), celebrando o Dia Nacional da Umbanda em 15 de novembro. Além das celebrações, o evento abordou a intolerância religiosa e lançou o projeto “Todos por Elas do Axé”, que busca fortalecer a participação das mulheres nos cultos umbandistas.

Representantes de diversas entidades, como o Conselho Municipal de Promoção da Igualdade Racial, a FUCA e a Defensoria Pública, expressaram gratidão pelo apoio da administração municipal no combate ao racismo e ao preconceito religioso.

A Secretária de Cultura, Esporte e Lazer, Natália Lúcia Petry, destacou os avanços conquistados e o orgulho do município em valorizar a diversidade cultural. Após apresentações de percussão e capoeira, foram concedidas homenagens a indivíduos que se destacaram no enfrentamento e promoção da Liberdade de Expressão Religiosa.

 

Estiveram presentes

Antônio Marcos da Silva
Escola Olodum Sul
Flávio José Brugnago
Instituto Emílio Carlos Jourdan
Ivana Cavalcanti
João Antônio Berti
José Jair Franzner
José Maria Nunes
Luís Fernando Almeida
Marcos Aurélio dos Santos
Marcos Caneta Rufino
Maria Aparecida Lucca Caovilla
Maurício Wandelburk
Natália Lúcia Petry
Onésimo José Sell
Pedro Anacleto Garcia
Rodrigo Minotto
Sérgio Luiz Homrich dos Santos
Sidnei Marcelo Lopes