Ceasa de Santa Catarina presta apoio para manter abastecimento de alimentos do Rio Grande do Sul

Foto: Cristiano Estrela/Arquivo/Secom

Por: Elisângela Pezzutti

11/05/2024 - 12:05 - Atualizada em: 11/05/2024 - 12:08

A Central de Abastecimento do Estado de Santa Catarina (Ceasa), de São José na Grande Florianópolis, está atendendo também fornecedores do Rio Grande do Sul. Além disso, está prestando todo o suporte necessário aos caminhoneiros vindos do estado vizinho enquanto a Ceasa de Porto Alegre se encontra fechada.

Cerca de 600 toneladas de frutas e verduras já foram comercializadas para o estado vizinho. Também foi registrado aumento significativo do movimento, superando a média de 4 mil pessoas que passavam por ali diariamente. Apesar do incremento da demanda, não houve aumento de preço. “Não aumentamos e nem aumentaremos os preços do hortifrúti, tendo em vista a alta procura de todos os produtos. Estamos aqui para ajudar a população do Rio Grande do Sul”, explica o diretor técnico do Ceasa São José, Emerson Martins.

Mais de 40 caminhões vindos do estado vizinho foram atendidos. A sede catarinense oferece suporte para os caminhoneiros com banheiros e chuveiros, além de entrada antecipada nos pátios e entrega de contatos dos permissionários e agricultores, facilitando e agilizando a comunicação entre o caminhoneiro do RS e do agricultor catarinense.

“Os nossos fornecedores foram muito atingidos, com estradas destruídas e plantações exterminadas, muitas frutas se perderam, então viemos para Florianópolis para buscar suprimentos”, relata Joel, natural de Torres, Rio Grande do Sul, que veio a Florianópolis para buscar alimentos para o seu estabelecimento e retornará abastecido com 18 toneladas de frutas e verduras.

Foto: Divulgação

Situação da Ceasa de Porto Alegre

A Central de Abastecimento de Porto Alegre está inundada e interditada. Uma estrutura provisória foi montada em um estacionamento do centro de distribuição de uma farmácia, em Gravataí, no KM 80 da Freeway. Essa estrutura provisória está com o atendimento das 9h às 15h, atendendo varejistas, mercados e o consumidor final também, atendendo toda a população gaúcha.

O presidente da Ceasa RS, Carlos Siegle, agradece o suporte de Santa Catarina pelo fornecimento de alimentos. “Com a Ceasa reorganizada, podemos garantir que agora o reabastecimento de frutas e verduras será retomado para toda a população gaúcha”.

Fonte: Agência Catarinense de Notícias

Notícias no celular

Whatsapp