Casan trabalha para recuperar adutora e garante abastecimento por sistema integrado

Por: Pedro Leal

01/12/2022 - 15:12 - Atualizada em: 01/12/2022 - 15:13

As equipes da Casan estão trabalhando intensivamente nesta quinta-feira, 1, para recuperar uma adutora de água tratada que foi deslocada em função das chuvas no rio Imaruí, entre São José e Palhoça. Com relação à distribuição de água, a Companhia informa que utiliza o sistema integrado para manter o abastecimento na Grande Florianópolis.

Os sistemas de esgotamento sanitário estão sendo monitorados e operam normalmente. Com relação à Lagoa da Conceição, o sistema de monitoramento 24 horas e bombeamento funcionam normalmente e o nível da Lagoa de Evapoinfiltração está sob controle.

A Companhia ainda trabalha com equipes reforçadas devido a dificuldades de captação que podem prejudicar os municípios de Águas Mornas, Santo Amaro da Imperatriz, Angelina e Antônio Carlos.

Na Região Norte, no município de Araquari, desde o início da semana há prejuízos no abastecimento dos bairros de Itinga e Porto Grande. Em Dr. Pedrinho, uma das captações teve diversos danos no bombeamento pela enxurrada e a Companhia trabalha com auxílio de caminhão-pipa para água bruta, abastecendo a Estação de Tratamento de Água.

Celesc também trabalha em recuperação

Após dias de chuvas intensas que atingiram diversas regiões do estado, a Celesc informa que continua atuando com força total para recomposição do sistema elétrico afetado. Às 10h de quinta-feira, 1, cerca de 35,4 mil unidades consumidoras estavam sem energia.

No momento, a região da Grande Florianópolis é a que demanda mais atenção, com 840 ocorrências registradas às 10h, especialmente nos municípios Águas Mornas, Angelina, Antônio Carlos, Rancho Queimado, Santo Amaro da Imperatriz, São José (Colônia Santana, Flor de Nápolis, Forquilhinhas, Sertão do Imaruim), Palhoça (Brejarú, Passa Vinte), Florianópolis (Campeche).