Casan acelera processo de antecipação de indenizações para moradores do Bairro Monte Cristo

Foto: Divulgação PMJS

Por: Isabelle Stringari Ribeiro

14/09/2023 - 08:09 - Atualizada em: 14/09/2023 - 08:36

Depois da reunião realizada nesta quarta-feira, 13 de setembro, na unidade CIOM, com os representantes dos moradores que foram afetados pelo rompimento do reservatório do Monte Cristo, a diretoria da Casan informa que agilizará o adiantamento das indenizações. A partir desta quinta-feira, 14 de setembro, a equipe da Casan atenderá 20 famílias por dia. Desde o último sábado, 84 famílias já receberam adiantamentos das indenizações, sendo 13 delas atendidas ao longo desta quarta-feira. O valor total somado das indenizações antecipadas chega a R$ 963 mil.

Em relação à ajuda psicológica, a Companhia mobilizou desde a data do acidente sua equipe de assistentes sociais e psicólogos para prestar assistência às famílias atingidas. Paralelamente, a Casan elaborou um termo de referência (documento obrigatório para contratações públicas) e já selecionou uma empresa para fornecer ajuda psicológica, aguardando apenas a confirmação da data de início do atendimento por parte da empresa.

Outra solicitação atendida é a publicação, até sexta-feira, dia 15 de setembro, da resolução que estabelece regras sobre a indenização de aluguéis para os moradores que tiveram suas casas interditadas ou demolidas. A Casan também se compromete a comunicar, até as 19h do dia anterior, a lista de famílias que serão atendidas, sem prejuízo de eventuais ajustes e reagendamentos. Além disso, a empresa está empenhada em aumentar a frequência diária de atendimentos, conforme solicitado pelos representantes da comunidade.

Em relação à segurança na comunidade do Sapé, que tem causado preocupação aos moradores devido a eventuais furtos, a Casan está entrando em contato com as forças de segurança do Governo do Estado e da Prefeitura de Florianópolis para reforçar a vigilância no bairro. O Comando do 22º Batalhão de Polícia Militar de Santa Catarina informa que aumentará as rondas e solicita que qualquer evento suspeito seja comunicado.

A Casan reitera que a prioridade é prestar atendimento aos moradores da comunidade do Sapé, e que a empresa está totalmente mobilizada para priorizar a assistência e a indenização das famílias afetadas. A avaliação inicial da Companhia indica que aproximadamente 220 famílias foram atingidas e 90 veículos foram danificados. As antecipações só serão encerradas quando todas as famílias cadastradas forem contempladas.

Notícias no celular

Whatsapp