Cantor Júnior Lima conta que teve síndrome do pânico após fim da dupla com Sandy

Foto: Breno Galtier

Por: Isabelle Stringari Ribeiro

11/12/2023 - 15:12 - Atualizada em: 11/12/2023 - 15:55

O cantor Junior Lima compartilhou suas experiências emocionais intensas durante uma entrevista no programa “Domingão”, conduzido por Luciano Huck. O músico, atualmente trilhando sua carreira solo, revelou a dificuldade que enfrentou em sua saúde mental após o anúncio do término da dupla com sua irmã, Sandy, em 2007.

Ele reconheceu uma fase desafiadora em que costumava reprimir suas emoções. Junior admitiu que se blindava emocionalmente, ignorando sentimentos e acreditando que estava tudo bem, sem perceber os impactos disso. Aos 39 anos, o cantor compartilhou que permitir-se sentir as emoções foi um processo difícil.

O artista explicou por que imaginava ser complicado seguir uma carreira sem o suporte de sua irmã, expressando seu desconforto ao ser o protagonista. Ele revelou que se sentia mais seguro nos bastidores, atrás de um instrumento.

Luciano Huck questionou se a nova fase profissional de Junior era uma forma de superar essas crenças limitantes. O cantor revelou ter enfrentado um período de síndrome do pânico, passando por uma fase difícil com análises profundas. Desde então, ele levou tempo para reunir coragem e encarar o desafio de uma carreira solo como cantor, algo que sempre evitou.

Notícias no celular

Whatsapp