Banhistas já aproveitam primeiro trecho do engordamento em Jurerê

Foto: Divulgação/PMF

Por: OCP News Florianópolis

08/02/2024 - 11:02 - Atualizada em: 08/02/2024 - 11:34

A liberação dos primeiros 610 metros da praia de Jurerê ampliados pelas obras do engordamento mudou o visual do balneário e já começou a ser ocupado pelos banhistas, que já desfrutam da área que vai do beach club Donna ao costão de Jurerê Internacional.

O engordamento desta parte foi realizado em apenas uma semana, uma vez que a draga holandesa Lesse chegou para iniciar os trabalhos nesse que é um dos principais balneários do país na sexta-feira (26), e os serviços no trecho foram concluídos nesta sexta-feira (2). As obras estão sendo conduzidas pela Secretaria dos Transportes e Infraestrutura.

Agora, o alargamento vai avançar por mais 300 metros, do Donna à passagem das Violas. Tal como no primeiro trecho, a área será interditada provisoriamente até que as obras sejam executadas e o Corpo de Bombeiros libere o espaço. E, à princípio, assim será a cada dois a três dias – é necessário parar temporariamente as operações sempre que aparecem golfinhos na região – até a finalização total dos trabalhos.

Essa estratégia de fazer o engordamento por trechos busca conciliar o andamento das obras com a procura pela praia pelos banhistas durante a alta temporada, e garantir a segurança da população. Neste sentido, aliás, a administração municipal reforça a importância de dar atenção à sinalização local. Já a possibilidade de liberar os trechos em curto prazo tem a ver com o fato da dragagem de areia de jazida submarina de até 2,5 metros de profundidade localizada a 1.350 metros de distância da orla poder acontecer 24 horas por dia.

Ao todo, deve ser dragado um volume de 491,22 mil metros cúbicos de areia com a mesma coloração e granulatura (dimensão) da que perfaz a praia.

O alargamento da praia de Jurerê será o maior já feito na cidade. É que o aumento da faixa de areia vai abranger os seus 3,38 km – tanto a parte internacional quanto tradicional. Com isso, a Prefeitura de Florianópolis busca tanto recuperar a orla da praia quanto conter a erosão marinha. A expectativa é a de que, com as obras, a faixa de areia chegue a 40 metros, e se estabilize em 30 metros, após a conformação natural pela maré. Apenas um pequeno trecho de cerca de 50 metros próximo ao costão que faz divisa com Canajurê não será alargado por conta do Rio das Ostras.