Após verter pela 1ª vez na história, barragem em José Boiteux é reaberta

Foto: Reprodução / Redes sociais

Por: Pedro Leal

15/10/2023 - 16:10 - Atualizada em: 15/10/2023 - 21:18

A maior barragem de Santa Catarina, localizada em José Boiteux, no Vale do Itajaí, foi reaberta nesta domingo (15), após verter pela primeira vez na história. O nível da água atingiu a capacidade máxima da estrutura na sexta-feira (13), cinco dias após o fechamento.

As informações são do portal G1.

A abertura das comportas na chamada Barragem Norte, em terra indígena, é feita pela Defesa Civil. Um forte efetivo policial esteve no local para garantir a reabertura, temendo novo conflito, como ocorrido no dia 8 de Janeiro.

A Polícia Militar informou, através de assessoria de imprensa, que foi solicitado apoio pela Polícia Federal. Não houve confronto. A Defesa Civil informou uma das comportas ocorreu Às 8h de domingo e a segunda vai ocorrer ao longo do dia.

A abertura gradual é parte da estratégia da Defesa Civil para evitar risco de inundações para os municípios do Vale do Itajaí, região catarinense mais atingida pelas fortes chuvas.

Desde 3 de outubro, quatro pessoas morreram no estado e um bebê ficou ferido. Do total de 295 municípios catarinenses, 144 registraram algum estrago, segundo o governo do estado. Destes, 118 decretaram situação de emergência.

A Barragem Norte é uma das três no Vale do Itajaí feitas para um controle e contenção de enchentes. Em José Boiteux, a estrutura tem capacidade para até 357 milhões de metros cúbicos de água. Esse volume equivale ao dobro do limite das outras duas barragens na região, em Taió e Ituporanga, somadas.

A barragem de José Boiteux foi fechada no domingo (8) e houve confronto dentro da terra indígena Laklanõ Xokleng. Três indígenas foram baleados. O Ministério Público Federal (MPF) vai apurar a ação policial.