Anvisa aprova novo medicamento para tratar diabetes tipo 2

Foto: Reprodução

Por: Elisângela Pezzutti

25/09/2023 - 14:09 - Atualizada em: 25/09/2023 - 14:31

A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) aprovou nesta segunda-feira (25) o Mounjaro (tirzepatida), fabricado pela farmacêutica Eli Lilly, um medicamento para tratar o diabetes tipo 2. Na forma de injeção semanal, unido à dieta e aos exercícios, ele melhora o controle da taxa de açúcar no sangue de pacientes adultos.

O Mounjaro age nos receptores do GIP (polipeptídeo insulinotrópico dependente de glicose) e do GLP-1 (peptídeo 1 semelhante ao glucagon), que são os hormônios responsáveis pelo efeito incretina, secretados pelo intestino em resposta aos nutrientes e que atuam melhorando a liberação de insulina após uma refeição.

O Ozempic e o Wegovy (semaglutida) simulam apenas o GLP-1, enquanto o Mounjaro (tirzepatida) imita os dois hormônios. Pesquisadores acreditam que a razão de a tirzepatida ser tão eficaz em reduzir os níveis de glicose no sangue e induzir a perda de peso é porque os dois hormônios que ela imita trabalham de modo conjunto.

Assim como a semaglutida, a tirzepatida retarda o esvaziamento do estômago, levando as pessoas a se sentirem saciadas por mais tempo. A tirzepatida também inibe os sinais de fome emitidos pelo cérebro, diminuindo o apetite.

Comercialização

Agora que foi aprovado, o remédio passará pelo processo de precificação junto à CMED (Câmara de Regulação do Mercado de Medicamentos) para então ser liberado para comercialização. Em função disso, ainda deve demorar muitos meses para que o medicamento esteja disponível para venda nas farmácias. Para se ter ideia, o Wegovy foi aprovado pela Anvisa em janeiro deste ano e ainda não está à venda no Brasil.

*Com informações do UOL

Notícias no celular

Whatsapp