Alunos cegos ou com deficiência visual grave vão receber óculos especiais em Joinville

Foto: Prefeitura de Joinville

Por: OCP News Joinville

30/10/2023 - 20:10 - Atualizada em: 30/10/2023 - 20:17

Alunos cegos e com deficiência visual grave vão receber da Secretaria de Educação de Joinville óculos especiais para auxiliar na melhoria da aprendizagem e desenvolvimento de maior autonomia.

A previsão é de que os dispositivos OrCam MyEye 2.0 sejam entregues aos estudantes da rede municipal de ensino de Joinville ainda este ano.

Em paralelo, a Secretaria de Educação protocolou nesta segunda-feira (30) um projeto de lei na Câmara de Vereadores prevendo a possibilidade de doação destes dispositivos ao término do período de garantia contratual ou em caso de saída do estudante da rede municipal de ensino.

Inicialmente, os dispositivos serão fornecidos aos alunos por meio do regime de comodato.

 

 

“Acreditamos que os dispositivos vão proporcionar um avanço importante para o desenvolvimento desses alunos. Eles usarão os óculos na sala de aula, mas também poderão levar para casa, auxiliando na sua vida diária. É mais uma iniciativa que fazemos em prol de uma educação que transforma”, afirma o secretário de Educação, Diego Calegari.

Estão sendo adquiridos 17 óculos, em um valor total de R$ 294.534,86. Eles serão distribuídos para seis alunos cegos e 11 com deficiência visual grave de diferentes unidades escolares. Os beneficiados têm entre 4 e 15 anos, e estudam entre o 1º período da Educação Infantil e o 9º ano do Ensino Fundamental. Todos eles passarão por treinamento antes de receber os dispositivos.

A definição de quem receberá os dispositivos foi feita a partir de uma avaliação dos laudos dos estudantes, dos relatórios sobre o processo de aprendizagem dos alunos em sala de aula, e da análise de uma oftalmologista. O objetivo foi entender quais alunos teriam avanços no processo de ensino e aprendizagem e no desenvolvimento da autonomia no eventual uso dos dispositivos.

Ao longo do ano são aplicados testes de acuidade visual nas unidades escolares municipais em parceria com as Unidades Básicas de Saúde da Família (UBSFs).

Os estudantes que apresentam alterações nos resultados são encaminhados para especialistas por meio do Programa Saúde Escolar, em parceria com a Secretaria de Saúde. Para estudantes em situação de vulnerabilidade é feita a entrega gratuita de óculos.

 

Sobre os óculos

O OrCam MyEye 2.0 é produzido em Israel e funciona sem internet. Entre as funcionalidades disponíveis, ele ajuda o usuário na leitura de 100 a 250 palavras por minuto, além de permitir o reconhecimento de até 200 produtos por identificação de código de barras, de cores e até 150 faces.

O dispositivo busca proporcionar maior autonomia e acessibilidade no contexto escolar e social, mas a recomendação para pessoas com deficiência depende do atendimento de critérios específicos.