Alê Garcia aborda diversidade em palestra na Bienal Internacional do Livro de Jaraguá do Sul

Foto: Divulgação

Por: Isabelle Stringari Ribeiro

26/10/2023 - 14:10

A Bienal Internacional do Livro de Jaraguá do Sul entra na reta final de uma programação intensa, que veio pautada em temas que vão da cultura ao empreendedorismo, duas fortes vertentes da cidade sede.

Nesta sexta-feira (27) às 19h, o evento discutirá um tópico que impacta os negócios e a vida das pessoas, especialmente na América Latina: Diversidade e Negritude. O renomado escritor brasileiro, palestrante, criador de conteúdo e publicitário Alê Garcia subirá ao palco do Pequeno Teatro da Scar com amplo lugar de fala para tratar o assunto.

Alê se destaca pela sua contribuição na promoção da cultura negra e inovação no Brasil. Foi reconhecido como um dos 20 creators negros mais inovadores do país, pela Forbes. O bate-papo com Alê está marcado para às 18h e terá duração de uma hora. O acesso é gratuito, porém, o ingresso precisa ser retirado com antecedência através do site www.bienaljaragua.com.

“Narrar, perder, amar”

Ainda a noite desta quinta-feira (26) será uma oportunidade única para os admiradores da popular autora brasileira Natalia Timerman se conectarem pessoalmente com suas obras e receberem um registro autêntico de seu talento literário, que toca profundamente os corações dos leitores. Finalista do prestigiado prêmio Jabuti com sua coletânea de contos “Rachaduras” e autora do aclamado “Desterros: Histórias de um Hospital-Prisão”, a escritora e médica psiquiatra, nascida em São Paulo, marca presença na Bienal do Livro às 19h, no Pequeno Teatro da Scar.

Foto: Divulgação

Conhecida por uma perspectiva única e sensível em suas obras, nos seus livros mais recentes, “Copo Vazio” e “As Pequenas Chances”, exploram temas como a dor, a ausência, a perda e a saudade, demonstrando na linguagem a coragem de se abordar essas emoções complexas. No primeiro, ela mergulha no sofrimento de uma mulher após o desaparecimento de seu parceiro, enquanto no segundo, explora a perda do pai e a reconfiguração das memórias. Após a palestra, intitulada “Narrar, perder, amar”, Natalia oferecerá uma sessão de autógrafos de suas obras na tenda principal do evento.Diariamente, propondo a integração de literatura, arte e empreendedorismo, a programação da Bienal é inteiramente gratuita. Encontros com autores, lançamentos e vendas de livros, contação de histórias, além de apresentações teatrais e de música estão entre as atrações para ninguém ficar de fora.

Todos os detalhes da agenda, assim como os ingressos para as atividades, podem ser conferidos no site oficial: www.bienaljaragua.com.

Sobre a Bienal Internacional do Livro de Jaraguá do Sul

A Bienal Internacional do Livro de Jaraguá do Sul busca unir literatura, arte e dialogar com o perfil empreendedor da região, criando novas conexões. O evento é uma realização da Design Cultural, Scar e Associação Empresarial de Jaraguá do Sul (ACIJS). A iniciativa tem ainda com patrocínio das empresas: Havan, Malwee, Indumak, Urbano. Tirol, Lunelli, Zanotti, Bold, Live, Condor e Maahs. Também conta com apoio municipal, através da Secretaria de Cultura, Esporte e Lazer de Jaraguá do Sul, da Prefeitura de Jaraguá do Sul. A promoção é do Programa de Incentivo à Cultura, através da Fundação Catarinense de Cultura, do Governo do Estado de Santa Catarina.

Notícias no celular

Whatsapp