Célia Charst (PP) assumiu uma cadeira de suplente na Câmara Vereadores coincidente no período em que se comemora 12 anos da Lei Maria da Penha e que tristemente mais uma morte de mulher vítima do próprio companheiro aconteceu em Jaraguá do Sul.

Sem Célia no Legislativo, provavelmente, pelo que tem sido visto até agora, o assunto dificilmente teria eco entre os parlamentares. A violência contra as mulheres é uma questão social, cultural e um problema que todos – homens e mulheres- devem enfrentar.

Representantes públicos, mais ainda. Os números, citados em reportagens do OCP durante a semana – comprovam a gravidade da situação.

O caso de Andreia Campos Araujo chocou a sociedade, mas a violência contra a mulher é rotina.  Entre janeiro e maio deste ano, foram registrados no município 218 casos como estupro consumado e tentado, lesões corporais e roubo.

Outros 447 envolvem ameaças, danos e injúria. Isso sem falar nas mulheres que sofrem caladas porque não enxergam solução, ou porque temem o preconceito que pode vir de quem deveria defendê-las.

Dados da Secretaria de Segurança Pública indicam que no Estado 35 mulheres são agredidas diariamente dentro de casa.  No ano passado, pelo menos uma mulher foi vítima de feminicídio por semana em Santa Catarina.

Os casos enquadrados assim são, na maioria das vezes, porque o companheiro, ou quem tem laço afetivo, é o autor do assassinato.

A realidade é brutal e obriga o poder público a tomar medidas, seja na proteção dessas mulheres, seja através de campanhas de esclarecimento, seja através de serviços de acolhimento e da educação.

A ampliação do horário de funcionamento da Delegacia da Mulher também é uma necessidade. Aos homens, essa luta também é de vocês.

Unidos pela fruta mais doce

O prefeito de Corupá João Carlos Gottardi teve a companhia dos prefeitos da região, Magno Bolmann, de São Bento, Antídio Lunelli, de Jaraguá, e Osvaldo Jurck, de Schroeder, e das majestades, ontem, na abertura do Workshop Catarinense de Indicações Geográficas.

Os quatro municípios devem receber em breve a Indicação Geográfica de Banana Mais Doce do Brasil.

Recursos na Justiça

Líder de governo, Pedro Garcia (MDB) anunciou que o Executivo vai buscar na justiça a liberação de recursos para a rua Alwin Meier, no bairro Jaraguá 84.

Segundo o parlamentar, o valor devido pelo Ministério da Integração para o término das obras de asfaltamento é de R$ 250 mil. Ele lembra que o município já conseguiu por via judicial a liberação de outros R$ 250 mil e que agora vai em busca do resto para a finalização da pavimentação.

Acolhida na colônia

Marcelindo Carlos Gruner (PTB) está entusiasmado com o Projeto “Acolhida na Colônia”, que está sendo desenvolvido pela Prefeitura e voltado para a região do Rio da Luz. A iniciativa consiste em os moradores daquela área rural abrirem as portas de suas casas para o turismo.

“É mais uma possibilidade de renda para estes moradores e, o mais importante, é um turismo ecológico, um turismo limpo”, defende.

Os produtores rurais e agricultores familiares interessados em aderir ao agroturismo podem participar de palestra gratuita com os técnicos do projeto no dia 14 de agosto, às 19h, no prédio da antiga Escola Arnoldo Schulz.

Assinatura de digital

A Câmara de Jaraguá está elaborando edital de licitação para contratar empresa para implantar processo legislativo eletrônico e registro da assinatura digital de todas as proposições legislativas. Entre os ganhos, estão a redução do número de impressões e a tramitação digital das proposições entre os poderes Legislativo e Executivo.

Jeito Kassner

Pacífico e respeitoso, o presidente da Câmara de Jaraguá do Sul, Anderson Kassner (PP), vem sendo elogiado pela sua postura diante de ataques de adversários políticos, que estão incomodados com o trabalho de cortes de gastos que o pepista vem fazendo na Câmara.

Na última semana, Kassner anunciou a economia de mais de R$ 1,1 milhão nas finanças da Câmara. A ciumeira bateu em cheio em alguns parlamentares que não têm o mínimo prepara para dialogar...

Parcerias público-privadas

A Câmara de Vereadores de Guaramirim aprovou proposta do Executivo que irá permitir que a Prefeitura inicie os estudos e identifique quais serviços ou ações poderão ser realizados mediante a forma de contrato de PPP.

Algumas áreas, como infraestrutura, saúde, educação, saneamento básico, distribuição e tratamento de água e resíduos sólidos, são citadas como prioritárias pelo prefeito Luís Antônio Chiodini. O texto ainda passará por segunda votação.

Sobre rodas

Deve ser votado pela Câmara em segundo turno, na sessão de hoje, o projeto de autoria do Executivo que estabelece critérios para a concessão de alvarás de funcionamento aos comércios de alimentos e bebidas sobre rodas, os chamados “Food Trucks”, “Trailers” e “Food Parks”.

Em primeira votação, na sessão da última terça-feira (7), o texto foi aprovado por unanimidade.

Conforme o secretário de Desenvolvimento Econômico, Domingos Zancanaro, o projeto dá segurança jurídica ao empreendedor e facilita o alvará de funcionamento.

“Quando o empreendedor faz um investimento num estabelecimento sobre rodas, ele quer ter a possibilidade de ir para os locais onde têm eventos, mas o Município não disponha de uma lei específica para isso”, explica o secretário. “Ficava muito moroso o processo para que esse empreendedor tivesse a situação regularizada para exercer sua atividade”, complementa.

Eleições 218

  1. A lista oficial só será divulgada após o dia 15 de agosto, mas, por enquanto, o número de candidatos continua a crescer. O PSL anunciou Adrianinho Junckes, ex-PSB, na disputa por uma cadeira na Assembleia Legislativa.
  2. A Band transmite hoje, a partir das 22h, ao primeiro debate com os presidenciáveis. Oito candidatos foram convidados: Alvaro Dias (Podemos), Cabo Daciolo (Patriotas), Ciro Gomes (PDT), Henrique Meirelles (MDB), Jair Bolsonaro (PSL), Geraldo Alckmin (PSDB), Guilherme Boulos (Psol) e Marina Silva (Rede). Lula (PT), como está preso, não poderá participar.
  3. O PT anunciou que fará no mesmo horário uma transmissão paralela com Fernando Haddad e Manuela DÁvila nas redes sociais.
  4. O formato do debate privilegia o confronto direto entre os candidatos. A emissora calcula em 80 o número de embates diretos entre participantes. O Google vai fornecer dados em tempo real sobre como o debate da Band está sendo “visto” na internet. Será o primeiro teste dos candidatos. Bolsonaro e Alckmin, que lideram até aqui, devem ser o alvo preferencial dos adversários.

Quer receber as notícias no WhatsApp?