Um amigo, brasileiro de origem japonesa, que trabalhou por muitos anos no Japão para uma empresa de Jaraguá do Sul, certa vez resumiu para mim o que escrevo nas próximas linhas. E recordei agora, através de livro De Carona com Buda de Will Ferguson. A diferença entre asiáticos e ocidentais, disse, poderia ser descrita em uma palavra - Família. Para a cultura asiática, a família é a coisa mais importante. Eles tendem a ter mais filhos que os ocidentais, eles tendem a viver juntos (o avó ou a avó vivem na mesma casa com o filho ou filha e com os netos). E na Ásia, é raro ouvir falar de algum centro ou casa especial para idosos. Se olharmos em torno de nosso círculo de amigos certamente iremos achar que as coisas são bem diferentes. Costumam se afastar de casa para estudar, e muito possivelmente, em seguida, fazer as próprias vidas em nova cidade, adotado. Com as pressões de criar seus próprios filhos e cumprir suas próprias carreiras, visitam mãe e pai cada vez menos a cada ano, até que não é incomum para um homem para visitar seus pais idosos apenas uma vez por ano. Para uma família asiática, essa atitude é repugnante. O conceito de manter a família unida, e de respeito aos mais velhos, é geralmente muito mais forte em culturas asiáticas. Uma das diferenças que está relacionada a essa proximidade asiática da família, apontam estudiosos, está relaciona à religião, que na Ásia possui mais importância que no ocidente. Seja a religião muçulmana, o hinduísmo, ou o catolicismo muito rigoroso das Filipinas. No Ocidente, a maioria das pessoas só visitam a Igreja local para os batizados necessárias, casamentos e funerais, bem como o papel da Igreja na sociedade é praticamente baixo se comparado à Ásia. Outra diferença entre as culturas é no tratamento aos animais. Na maioria dos países ocidentais, animais de estimação são uma parte muito importante na vida das pessoas. Para a maioria das culturas asiáticas, porém, este é um conceito estranho. Eles vêem os animais como uma espécie menor, não apenas para fornecer alimento ou para o trabalho, que é por isso que muitos animais são tão cruelmente tratados em seus países, e por aqui tantos bem intencionados criam instituições de caridade para proteção desses animais. Atitude no esporte é outra grande diferença. Na maioria das culturas ocidentais o desporte desempenha um papel enorme em tempos de escola de nossas crianças e em nossas vidas em geral - especialmente para os homens. Quer se trate de futebol, de automobilismo, de Copa do Mundo, de Olimpíadas, o esporte pode literalmente parar um país por um dia! Para os asiáticos, é claro, há menos interesse e paixão ligado ao esporte. Em suma, há muitas diferenças culturais entre as culturas ocidentais e asiática.