Quais os principais cuidados no manejo de cães com Dermatite Alérgica?

FOTO: divulgação

Por: Coluna Pet

16/10/2023 - 09:10 - Atualizada em: 16/10/2023 - 15:57

 

Sabe-se que, atualmente, cerca de 20% da população canina apresenta algum tipo de Dermatite Alérgica. O sintoma principal observado é a COCEIRA, podendo ou não estar associada a lesões de pele. Na maioria das vezes, a coceira em excesso provoca desconforto, dor, alterações no apetite, alterações no sono e, consequentemente, stress. O diagnóstico adequado realizado pelo dermatologista veterinário, aliado a algumas medidas de manejo, podem trazer conforto ao paciente alérgico.

Confira abaixo algumas medidas importantes no auxílio ao controle das crises alérgicas no seu cão:

⦁ Banhar APENAS com produtos prescritos pelo Médico Veterinário, preferencialmente especializado em Dermatologia, e não utilizar perfumes. Evitar banhos com água muito quente e secar em temperatura ambiente ou secador morno;

⦁ Não utilizar máquina de tosa, preferencialmente tosar na tesoura;

⦁ Limpar o ambiente com sabão ou detergentes neutros e enxaguar abundantemente;

⦁ Não deixar o cão em locais onde há acumulo de poeira. Lavar a caminha uma vez por semana. Se possível, remover tapetes, carpetes e objetos que possam acumular pó;

⦁ Não deixar o cão por perto quando utilizar desodorantes ou perfumes;

⦁ Controlar mensalmente ectoparasitas (Pulgas e carrapatos), utilizando um produto de boa qualidade recomendado pelo Médico Veterinário;

⦁ Evitar alterações de dieta e petiscos. Consultar sempre o Médico Veterinário quanto a mudanças alimentares;

⦁ Ao menor sinal de aumento de coceira ou aparecimento de lesões na pele, procurar um Dermatologista Veterinário.

 

Seu Pet! Nossa Amizade!

“Filó… andar com fé eu vou…”

Filó é uma senhorinha de 13 anos de idade, uma Boxer, que sempre foi muito amada desde bebezinha, quando chegou ao seu lar! Vive com seus pais humanos Paulo e Michelle, com a Amy, um simpática vira-latinha também idosa e com o Alfredo, um gatão super charmoso e sociável! De uns tempos para cá, nossa “aumiguinha” Filó começou a ter muita dificuldade em se levantar e se locomover, pois com o avançar da idade, suas articulações começaram a sentir com a “artrite e artrose dos cãezinhos idosos”. A dor a impedia de brincar e interagir com seus irmãozinhos! Seus pais, muito cuidadosos, procuraram a ajuda da Médica Veterinária que a acompanha desde pequena e, sob sua orientação, iniciaram uma terapia inovadora – um anticorpo monoclonal para alívio da dor – o Librela! O resultado foi fantástico e, poucas semanas depois, a Filó já estava dando suas corridinhas novamente! Voltou a andar e se locomover sem dor! Foi uma felicidade para toda a família e hoje podemos dizer que a Filó voltou a “ANDAR COM FÉ!!!”

FOTO: divulgação

Filó com sua Veterinária Dra. Daniela Brecht

Mande uma foto e nos conte sua história… seu Pet ficará famoso por um dia! Envie para danibrecht@amizade.vet.br ou através do whats (47) 999926524 – A/C Dra. Daniela