Do mouse com defeito ao blazer dos anos 1990 esquecido no armário, passando pela bota de inverno de outras temporadas, quase tudo foi parar nas lojas de consertos. A crise,  o orçamento apertado, o desemprego alto e o crédito escasso levaram a um aumento na procura por reparos em roupas, sapatos, eletrodomésticos e aparelhos celulares. De acordo com a Associação Brasileira de Autorizadas em Eletroeletrônicos (Abrasa), que representa quase 11 mil assistências técnicas em todo o país, o volume de reparos aumentou 28% no primeiro trimestre em relação a igual período do ano passado. Em relação ao celular, o crescimento foi de 30%.

* * *

Fusão das cervejarias

A autoridade de concorrência da África do Sul aprovou ontem a fusão da cervejaria AB InBev, de capital belga e brasileiro, e da britânica SABMiller. A África, um continente no qual a SABMiller está muito bem implantada, é um mercado cobiçado pela AB InBev devido a sua população jovem. Esta fusão entre a primeira e a segunda cervejarias mundiais cria um líder mundial do setor. Entre as marcas da AB InBev figuram Corona, Stella Artois e Budweiser. A SABMiller possui marcas como Miller, Peroni, Pilsner Urquell e Grolsh. A megafusão mediante a compra da SABMiller pela AB InBev havia sido anunciada em novembro passado, no valor de US$ 126,5 bilhões, uma das maiores aquisições da história.

* * *

Confiança cresce

O Índice de Confiança do Comércio (Icom) Brasil subiu pelo segundo mês seguido em junho e atingiu o nível mais alto desde maio do ano passado, de acordo com dados da Fundação Getulio Vargas (FGV). O Icom avançou 2,8 pontos e chegou a 73,7 pontos em junho, patamar mais elevado desde os 75,3 pontos registrados em maio de 2015.

* * *

fabiana koch

Você está vivo ou morto?

Acredito que os profissionais da área de educação física irão gostar do artigo de hoje. Na minha profissão frequentemente recebo queixas de clientes relacionadas à falta de energia e motivação para realizar as coisas. Muitos reclamam que não têm vontade, que falta pique e estímulo até para viver. Enfim, grande parte das pessoas está neste mundo sobrevivendo, ou melhor, se matando aos poucos. Meu apelo hoje para você leitor, é que você faça a sua vida valer a pena. Vamos viver! E um dos passos conhecido por todos é: MEXA-SE! Os resultados da prática frequente de atividades física para a saúde são diversos. Os ganhos são fisiológicos e psicológicos, contribuem para a redução de depressão, da ansiedade, aumentam a sensação de bem estar e diminuem até o risco de morte prematura. Tudo isso já é sabido e ainda assim existem os sedentários que decidem morrer lentamente. Novos estudos da Harvard Medical School apontam que fazer exercícios físicos regularmente aumentam as funções cerebrais. O sangue circulando leva o cérebro a funcionar melhor e automaticamente traz a sensação de bem estar. Se exercitar vai fazer você produzir com mais qualidade e sorrir mais. Parar de reclamar da vida e se comprometer a fazer a sua parte na busca de melhores resultados no profissional e no pessoal é o único caminho. Ninguém vai correr por você. É só com você mesmo. Então, antes de reclamar que não está se sentindo bem, ou que os resultados colhidos não são os desejáveis, se pergunte: “O que eu fiz para o sangue circular? Eu já me movimentei hoje?” Chega de desculpas, vamos liberar as endorfinas, produzir serotonina e nos tornarmos pessoas mais agradáveis, produtivas e felizes! Fique bem, mexa-se!