Essa semana começa a Schützenfest. Alegria, festa e muito chope. Bom, tudo é muito legal, mas é importante lembrar que não existe exceções no CTB (Código de Trânsito Brasileiro), e bom senso é fundamental, pois a lei continua em vigor e os bafômetros funcionando. Da mesma forma, as placas de proibido estacionar continuam tendo validade. Então, evite problemas, eleja um motorista da rodada, baixe o aplicativo do Uber, pegue um táxi, mas não arrisque acabar com sua festa por causa de teimosia. Uma corrida até na festa deve custar no máximo R$ 30, a multa por embriaguez (fora as demais consequências) é R$ 3 mil praticamente (mais fiança e advogado). Não precisa ser matemático para entender o que vale mais a pena. Nos vemos lá a partir de quinta, sempre com muita responsabilidade! Viaturas sem combustível Esses dias fiquei sabendo que a PM em Jaraguá estava tendo dificuldades para comprar combustível. Alguém estava pecando no serviço e algumas viaturas ficaram ociosas por um tempo por isso. Agora regularizaram, mas quero deixar claro que estou de olho e que não vou tolerar de boca fechada sobre problemas na gestão de quem nos protege. Na mosca... Gostei da lei que autoriza a polícia a multar pedestres e ciclistas. Na verdade, gostei de um item em específico, multar os ciclistas que conduzem empinando ou sem as mãos. Volta e meia vejo alguns empinando ou dando shows circenses de equilíbrio às margens da via. Legal, parabéns pela destreza. Agora, se cair, e eu atropelar, quem vai ser o culpado? O motorista que feriu o jovem ou o jovem indefeso que “só estava se divertindo”? É de se refletir ... Dito e feito Semana passada falava sobre a morte de policiais no Rio de Janeiro e sobre os números que não param de subir. Estávamos em 112, agora estamos em 115, até quando? Manifestações, direitos humanos falando com as famílias? Nada, apenas números atualizados.