Atualmente são perceptíveis as mudanças sofridas no cotidiano mundial, as quais estão ocorrendo cada vez mais rápido. A necessidade premente do consumo mundial, ampliado pelo crescimento dos países em desenvolvimento, vem esgotando as reservas naturais disponíveis. As empresas têm sentido a pressão em adaptar-se aos novos tempos, fazendo nascer uma consciência ambiental, que busca preservar o Meio Ambiente em que estão inseridas. Ocorre que, para regulamentação desse novo cotidiano, estão surgindo leis e normas ambientais cada vez mais restritivas. Exemplo disso são os atuais debates sobre aumento no controle de produtos descartáveis, endurecimento nas emissões de licenças ambientais e apoio ao uso de novas tecnologias e fontes de energia renováveis. Por outro lado, vemos surgir projetos de lei que discutem formas de flexibilizar e desburocratizar os licenciamentos ambientais. Um bom exemplo da flexibilidade da aplicação das regras ambientais é a implantação de licenciamentos simplificados e auto declaratórios, além do reconhecimento das áreas urbanas consolidadas, pela ocupação histórica de nossas cidades, o que possibilita um crescimento reconhecidamente equilibrado e verdadeiro. Os órgãos ambientais de atuação local estão atentos às atividades empresariais e aumentaram a frequência de sua fiscalização, tanto baseada em denúncias quanto por iniciativa própria. Nesse cenário, é relevante notar a importância que uma atuação preventiva exerce. As empresas que contam com um adequado acompanhamento técnico ambiental e jurídico especializado conseguem evitar punições (multas, embargos, etc.) e exigências excessivas, tais como um número elevado de condicionantes em suas licenças. Uma condução proativa possibilita antever problemas e aplicar soluções de longo prazo, reduzindo custos e evitando surpresas, possibilitando à empresa agregar valor ao seu produto, uma vez que demonstrará sua preocupação com o Meio Ambiente. Em conclusão, o empreendedor passa a acrescentar às suas metas e premissas a conformidade e a prevenção ambiental, para um crescimento sustentável e certeiro.