Paulinho, filiado ao PSD, entra no governo Jorginho – Claudio Prisco Paraíso

Por: Claudio Prisco Paraíso

05/07/2024 - 06:07

 

O Diário Oficial do Estado trouxe, ontem, a nomeação do ex-deputado Paulo Bornausen para a Secretaria da Articulação Internacional. Ele cumpriu três mandatos de deputado federal e um também na Assembleia Legislativa.
Filho do ex-governador, ex-senador e ex-ministro Jorge Konder Bornausen, Paulinho, como é conhecido, também foi secretário de Desenvolvimento Econômico no primeiro governo de Raimundo Colombo. A definição do seu nome foi antecipada em alguns dias para que ele possa participar de duas agendas a serem pilotadas por Jorginho Mello.
A primeira delas, no fim de semana, em Balneário Camboriú, não se sabe ainda se no próprio sábado ou no domingo, quando o governador terá uma reunião de trabalho com o presidente da Argentina, Javier Milei, que vem ao Estado pelas mãos do ex-presidente Jair Bolsonaro.
Vão participar de um evento conservador de âmbito internacional.

 

Província

Evidentemente o governador aproveitará para tratar de assuntos relativos a Santa Catarina, no que diz respeito a parcerias e investimentos de argentinos em terras catarinenses, ou mesmo de catarinenses no país vizinho. Afinal de contas, SC faz divisa com a Argentina lá no extremo Oeste, em Dionísio Cerqueira.

 

Ora, pois

A segunda agenda de Paulinho Bornausen vai ser no exterior. Ele acompanha o governador na viagem a Portugal, onde vários temas serão tratados, com destaque para o voo da TAP, ligando Florianópolis a Lisboa. Uma linha direta que deve ser inaugurada a partir do mês de setembro.

 

Licença

Para integrar o governo, Paulinho Bornausen fez o que o deputado federal Ricardo Guidi também havia feito no ano passado.

 

Desembarque

Guidi foi reeleito federal pelo PSD, que hoje está na oposição a Jorginho Melo em Santa Catarina. Como o PSD deu uma rasteira no deputado federal, fulminando com a sua candidatura natural à prefeitura de Criciúma, ele acabou buscando abrigo no PL e será candidato.

 

Passo a passo

Só que muito antes disso, ele aceitou um convite de Jorginho Mello para assumir a Secretaria de Meio Ambiente.

 

My time

Agora será a vez de Paulinho Bornausen, que também vai se licenciar do PSD para exercer as funções de secretário de Estado.

 

Mineiramente

O que se observa é o governador Jorginho Mello comendo pelas beiradas. Ou, como dizia o engenheiro Leonel de Moura Brizola, comendo pelas bordas.

 

Minando

Enquanto o chefe do Executivo traz Paulinho para perto, ele, de alguma maneira, dá uma imobilizada, dá uma engessada no PSD, que hoje é o principal partido a combatê-lo. Especialmente nos bastidores. Até porque é um partido potencialmente dissimulado.

 

Tucanos da vez

O PSD não assume posição efetiva de oposição, mas nos bastidores procura minar a administração de Jorginho Mello. A vinda de Paulinho Bornhausen é mais um movimento no sentido de ir neutralizando os pessedistas.

 

Perfil

Obviamente que se trata de um cidadão competente, articulado, guindado a uma função estratégica. Mas não deixa de ser um chega pra lá no PSD. Até porque o governador sabe muito bem que Paulinho Bornausen e João Rodrigues têm diferenças que não são de hoje.

 

Noite e dia

Paulinho Bornhausen, em momento algum estará incorporado a um projeto majoritário de João Rodrigues, candidato à reeleição em Chapecó, mas que está de olho na sucessão de 2026. A partir do momento que se incorpora ao governo estadual, o filho de JKB alinha-se ao projeto de recondução de Jorginho Mello.

 

Origem

Vale registrar que João Rodrigues saiu de Pinhalzinho, onde era vice-prefeito. Quem o trouxe para Florianópolis, quando radialista, foi o próprio Paulo Roberto Bornhausen. Foi pelas suas mãos que Rodrigues aportou na Ilha de Santa Catarina.

 

Garganta

O oestino começou a ocupar espaços na mídia. Elegeu-se deputado estadual, depois foi prefeito de Chapecó e conquistou a reeleição. Ato contínuo caiu em desgraça, quando cumpria o seu primeiro mandato de deputado federal.

 

Esgrimista

Soma daqui, subtrai dali e o que se observa é Jorginho Mello revelando-se um exímio articulador. A cada dia que passa, o governador dá um cansaço nos adversários, a começar pelos pessedistas.

 

Notícias no celular

Whatsapp