Esta é uma pergunta muito ampla e merece na verdade quase um livro sobre o assunto, hum, quem sabe surge aqui uma ideia, bom, mas vamos continuar com nossa coluna.

O ser voluntário depois da decisão tomada, envolve algumas reflexões importantes, como: Tenho tempo para me dedicar de verdade ao trabalho voluntário? Qual causa faz meus olhos brilharem?

Vamos a essas duas inicialmente, tempo será sempre o grande desafio do mundo moderno, mesmo que você more em uma cidade pequena, portanto tem que ser muito sincero com esta decisão de determinar um tempo para esta atividade, semanal, quinzenal ou mensal, tem que ser sincero com você mesmo.

Determinado o tempo, não importa a periodicidade, vamos pensar em que tipo de causa você quer se engajar. Quando me refiro a causa é o objetivo maior da organização, como, crianças, educação, cultura, saúde, mulheres, segurança, índios, meio ambiente, animais, deficiência, racismo, etc. Creio que ficou claro, a grande causa que quer conhecer e se aprofundar.

Calma quando falo em aprofundar não é obrigatoriamente fazer um curso ou ler todos os tratados e leis sobre o assunto, mas inicialmente saber o mínimo de como a causa esta sendo assistida em nosso país e no mundo.

Feito isso partimos para buscar uma organização social, pode ser que você já conheça uma pertinho da sua casa ou do seu trabalho, mas como bem conheço o nosso país, é pouco provável, pois a maioria de nós passa em frente a muitas Osc’S (Organizações da Sociedade Civil) e não damos conta que ela esta ali, por falta de foco no assunto mesmo. Muito bem então passe a ficar de olhos mais abertos para ver o que tem por perto.

Caso veja e interesse, ótimo, pare e vá visitar. Ação importantíssima, visitar a organização que pretende disponibilizar seu tempo para um trabalho voluntário, pois é fundamental você conhecer a estrutura que a organização tem e como tratam os voluntários, se tem uma ordenação com relação ao trabalho, horário, a quem se reportar em caso de dúvidas, etc.

Aproveite esta visita para tirar todas as suas duvidas e ver como são tratados os atendidos e se a organização é legalmente constituída, pode parecer bobeira, mas se existir uma denúncia você como voluntário pode ser envolvido, e até explicar que focinho de porco não é tomada, seu nome já está rodando o mundo nas ondas da internet como participante do que quer que seja o problema.

Caso a organização não esteja no seu caminho a internet é um bom meio para esta busca ou ainda a assistência social da prefeitura de sua cidade. Infelizmente boa parte das OSC’s não dispõe de um site bacana que lhe da resposta para tudo, mas pelo menos o endereço você vai conseguir para voltar a três parágrafos acima, vá visitar até encontrar uma organização que lhe agrade e facilite sua entrada como voluntário.

Mãos a obra, pé na rua e boa sorte. Desejo um ótimo trabalho voluntário para você.