Nossa Bela e Santa Catarina: transformando dificuldades em oportunidades

FOTO: divulgação

Por: Antídio Aleixo Lunelli

27/10/2023 - 10:10

 

Antídio Aleixo Lunelli
Deputado estadual

Estive durante esta semana em uma missão oficial do governo do Estado no Panamá. Fui atendendo convite do governador Jorginho Mello. O objetivo principal da comitiva foi apresentar os potenciais de Santa Catarina para empresários e lideranças políticas. O Panamá é estratégico do ponto de vista da localização, está na América Central, e liga as Américas do Norte e Sul.

Fica no Panamá uma das maiores obras de engenharia do mundo; o Canal do Panamá. Administrado pelos Estados Unidos até 1999, é um canal de 83 quilômetros, construído para facilitar o comércio entre o Atlântico e o Pacífico. É realmente impressionante ver de perto essa estrutura. Me fez refletir muito sobre o potencial que temos em Santa Catarina e no Brasil, e que pode ser melhor aproveitado.

Uma das negociações que participei foi com a empresa Copa Airlines, quando o Estado solicitou oficialmente a criação de uma linha direta de voo entre Florianópolis e a Cidade do Panamá. Uma curiosidade: viajamos até lá justamente em um voo desta empresa. Mas, para isso, tivemos que ir antes até Porto Alegre, de onde há um voo direto até a capital panamenha. Grupos de excursão que estavam indo de SC para a Disney, por exemplo, também estavam na mesma aeronave.

A informação que recebemos é que o grande empecilho para que a rota entre Florianópolis e Cidade do Panamá saia do papel é a falta de passageiros para vir da América Central para a Capital catarinense. E aí entra a necessidade de divulgarmos melhor Santa Catarina.

Um estado com litoral magnífico, uma serra digna de cinema, um interior cheio de charme e história, um calendário de festas típicas muito bem estruturado. Uma gente que trabalha, produz, inova e não tem medo de desafios. Não tenho dúvida de que podemos e devemos “vender” melhor Santa Catarina.

O turismo é um vetor importante do desenvolvimento, capaz de movimentar hotéis, restaurantes, comércio, indústria, e serviços diversos. Temos que investir na divulgação e, ao mesmo, tempo em infraestrutura de mais qualidade e qualificação dos profissionais do setor.

Sempre digo que não há programa social mais eficiente do que uma economia forte, que gere oportunidades a sua população. Santa Catarina pode mais e é para isso que estamos trabalhando todos os dias, com a obstinação de quem deseja contribuir para deixar um futuro melhor para as próximas gerações.