Se você souber, me explique. Que tara toda é essa que certas pessoas têm pelo fim do mundo? Não estou nem falando de pessoas pessimistas, que veem o lado ruim de tudo. Falo mesmo é desses cientistas/profetas/adivinhos que vivem fazendo fuzuê sobre o dia derradeiro. E aí, lógico, sempre tem os que vão na onda, e torcem pelo acerto. “Ai, mais uma data apocalíptica, tomara que dessa vez dê certo.” Desde o início do mundo, aparece algum sujeitinho falando do fim. Certamente, quando a Terra foi feita, apareceu alguém dizendo: “Bonito. Mas, aposto que não dura uma semana essa coisa toda.” Ali foi o estopim, a gênese, do sensacionalismo mais antigo de toda a existência humana: O fim do mundo. Sempre houve uma pista aqui e outra acolá do sinal do the end, que era decifrado por um profeta, adivinho ou qualquer coisa assim. Daí o tal escrevia mensagens com, no mínimo, cinco mil interpretações, afirmando que sua profecia era clara como a luz do dia. Desconfio que, se o editor da bíblia imaginasse toda a confusão que ia criar, suprimiria o capítulo do Apocalipse do livro. Ou, faria uma trilogia, para render umas moedas a mais. Os tempos mudaram e começaram a aparecer cientistas que inocentaram Deus. Ele não seria mais o responsável pelo Apagar das Luzes. Isso poderia ocorrer por diversas interferências espaciais, como asteroides e planetas negros em rota de colisão conosco. Assim, criaram inúmeros equipamentos de monitoramento espacial e, através de cálculos surge, de vez em quando, uma data para a tão esperada catástrofe. Sempre que vejo uma notícia dessa eu penso: Pra quê? Esses caras, tanto profetas quanto cientistas, precisam entender uma coisa. Um único detalhezinho. Caso um deles esteja correto, só vai espalhar caos e desespero. Afinal, se é o fim do mundo, ferrou-se! Você não vai ganhar uma medalha ou ter um grande reconhecimento na comunidade científica, porque você vai estar morto (ou morta) também. Não tem o que fazer. Então, deixem-nos com a nossa ignorância. Se for possível fazer alguma coisa para salvar a humanidade, primeiro faz e depois, se der certo, conta. Agora, se for uma previsão furada, como as centenas, milhares de outras previsões, você só vai ser motivo de piada. Vai perder sua credibilidade como adivinho, como cientista, como profeta! De nenhum lado é vantagem contar isso. Se alguém descobrir o dia certo, guarde para si. É melhor para todo mundo! Então, é isso que eu tinha para falar. Agora, me deem licença para eu descobrir como vou pagar a pilha de boletos que joguei os vencimentos para segunda-feira.