Lula quer distância de SC – Claudio Prisco Paraíso

Por: Claudio Prisco Paraíso

11/07/2024 - 06:07

 

Afinal de contas, por que Lula da Silva não vem a Santa Catarina? Um ano e meio transcorrido após sua posse e ele não pisou em solo catarinense. As últimas informações relacionadas ao cancelamento da agenda de sexta-feira passada em Itajaí convergiam para um suposto incômodo do inquilino do Planalto pela presença, 24 horas depois, do presidente argentino Javier Milei na sua viagem primeira ao Brasil, sem passar por Brasília.

O hermano esteve em Balneário Camboriú, município limítrofe e a apenas 15 quilômetros de distância da cidade portuária.
Mas não teria sido só isso. Embora o Palácio Planalto tenha negado, havia preocupação, receio, de que o presidente pudesse não ser bem recebido. Quem sabe até hostilizado, apupado. Santa Catarina é um estado essencialmente conservador. As últimas duas eleições deixaram isso evidenciado nas votações de Jair Bolsonaro. Em 2022, o ex-presidente bateu a deidade vermelha por 70% a 30% dos votos.

 

Aqui, não

O PT, registre-se, nunca administrou Santa Catarina. Nem o PT nem nenhuma liderança de esquerda. Mas além do risco de que lideranças conservadoras pudessem vir de Balneário Camboriú e de repente criar uma situação constrangedora para Lula, haveria algo mais?

 

Rancor

Entrou em cena um outro componente, este político-partidário-eleitoral. Lula foi muito mal votado entre os catarinenses. Sim, Décio Lima, amigo, correligionário e compadre do ex-presidiário, foi para o segundo turno. Isso porque na sucessão de 2022 foram cinco candidaturas de centro e de centro-direita.

 

Raspando

Naquele cenário de pulverização com 17,42%, o petista conseguiu, por uma mínima vantagem, suplantar o então governador Carlos Moisés. Mas já foi para o segundo turno sabendo que ia perder. E perdeu feio.


Leitura

O desempenho de Décio foi mais feio do que o do próprio Lula da Silva. Certamente o líder vermelho tem informações bem assertivas. O presidente pode ter raciocinado na seguinte linha: Bom, eu vou para a reabertura do Porto de Itajaí, que teve seu funcionamento absolutamente comprometido há um ano e meio.

 

Segue o fio

Segue o possível pensamento lulista: Reabrindo para contêineres, eu vou poder ajudar os meus companheiros. Afinal de contas, é ano eleitoral, mas ali atrás eles me ajudaram muito pouco. Eu consegui apenas 30 por cento dos votos.

 

Dúvidas

E segue o guia supremo do lulopetismo: será que indo ao porto ou a SC eu vou conseguir retribuir esses 30%? Ou eu vou me queimar ainda mais em território catarinense?

 

Só marketing

Outro aspecto: a tal “reabertura do terminal itajaiense” para movimentação de contêineres, que é a vocação histórica do porto, recebeu um navio agora em julho. Foi como um teste. Dizem, que em agosto mais navios devem começar a atracar. Ou seja, além de tudo o que já registramos, a “reabertura” não passou de um experimento, de uma tentativa de retomada. A conferir os desdobramentos.

 

Representatividade

Partamos da premissa pré-eleitoral com vistas ao pleito de outubro. Entre os 15 maiores municípios catarinenses como Joinville, Florianópolis, Blumenau, São José, Criciúma, Tubarão, Balneário Camboriú, Brusque, Jaraguá do Sul, Lages, Palhoça, Itajaí e daí por diante, em qual deles o PT apresenta alguma perspectiva concreta e real de eleição?

 

Natimortas

O PT não se renovou, minguou, perdeu força no estado e apresenta aqui e acolá nomes que estão fora do circuito há muito tempo. As famosas bananeiras que já deram cacho. Nos únicos três municípios onde existe a possibilidade de segundo turno (Joinville, Florianópolis e Blumenau), petistas não têm qualquer chance. De ganhar no primeiro turno então, chance zero.

 

Turno único

E nos demais, onde a eleição é decidida no primeiro turno? Mesma perspectiva. Não há nomes petistas com chances reais de vencerem o pleito. Essa realidade eleitoral municipal também pode ter feito Lula da Silva puxar o freio de arrumação.

 

Hummmm

Agora estão dizendo por aí que Lula vem no dia 2 de agosto para a inauguração do Contorno Viário da Grande Florianópolis. Será? Recomenda-se que petistas e esquerdistas aguardem sentados. Salvo engano, Lula da Silva não virá a Santa Catarina em 2024.

 

Calendário

Já há inclusive quem questione ou levante dúvidas sobre a possibilidade de ele marcar presença no estado durante seu mandato.

 

Notícias no celular

Whatsapp